E se você passar no Enem?

0
19
E se você passar no Enem? Como se preparar para a faculdade e o mercado de trabalho?
Enem (Foto: Agência Brasil)

Como se preparar para a faculdade e o mercado de trabalho?

Gestora de carreiras explica o que os jovens podem esperar do mercado para 2017 e o que fazer para se destacar entre os outros currículos

Todos os anos, milhares de alunos do ensino médio se preparam para os exames de admissão nas universidades, incluindo o exame nacional ENEM. A pressão emocional sofrida por esses adolescentes de ter que escolher, tão jovens, a carreira que irão seguir para o resto da vida, é muitas vezes mais do que conseguem suportar. No entanto, depois de todo esse cansaço psicológico de se preparar para as provas e passar, segundo uma pesquisa divulgada pela agência B2, 70% dos jovens disseram que não se sentem preparados para o mercado de trabalho. Talvez por isso, na Inglaterra, logo depois do segundo grau, os jovens não vão logo para a universidade, mas passam dois anos fazendo intercâmbio, dentro e fora do país, e diversas áreas, aprendendo línguas, vendo outros mundos e formas de resolver problemas, se engajando em atividades concretas que irão lhe dar mais luz no momento de decidir.

Segundo Madalena Feliciano, gestora de transição de carreiras e diretora do Instituto Profissional de Coaching, essa situação ocorre porque os jovens de hoje – diferentemente dos seus pais, que foram jovens nas décadas de 60 e 70, por exemplo – tem apoio dos pais por mais tempo. “A geração de jovens dos anos 60 e 70 viam o ingresso ao mercado de trabalho como uma oportunidade de realizar os desejos pessoais que não eram supridos pelos seus pais, mas isso foi mudando com o passar de gerações”, explica Madalena.

Hoje em dia, de acordo com a especialista, os jovens saem mais tarde de casa e dificilmente ficam em um mesmo emprego por mais de um ano. Nos dias atuais, as famílias dão mais suporte aos jovens e, muito por causa disso, os pais desejam que os filhos tenham, de qualquer jeito, um diploma de faculdade. “Porém, um problema comum que acontece quando esse jovem decide entrar no mercado de trabalho é ficar esperando pelo emprego ideal. Ele acredita que, por ter cursado uma faculdade, é merecedor do emprego dos sonhos e não é assim que funciona. Eles precisam entrar no jogo do mercado”, diz a especialista.

Muitas vezes já no primeiro ano, muitos jovens começam a procura pelo primeiro estágio. Porém, principalmente em tempos de recessão econômica, onde qualquer experiência a mais é levada em conta, currículos de primeiro emprego não estão recebendo muita atenção. “É preciso ter calma e paciência, mas não significa que é para o jovem ficar acomodado: ele deve aproveitar o tempo para identificar o que deseja fazer da sua vida profissional. Faça trabalhos voluntários ou se dedique a projetos dentro da própria universidade (isto impulsiona muito o curriculum). Essas atividades são sempre bem vistas”, comenta.

E se você passar no Enem? Como se preparar para a faculdade e o mercado de trabalho?
Madalena Feliciano é diretora de projetos da Outliers Careers e gestora de carreira. (Foto: Divulgação)

Na pressão de definir uma carreira em tão pouco tempo, muitos jovens largam seus cursos pela metade porque não fizeram uma boa escolha. Se essa é a sua situação, o ideal é fazer um planejamento da sua carreira profissional, procurar ajuda vocacional e pedir aos seus pais um pouco mais de paciência – que eles não lhe exijam a carreira que você deve seguir. Volte aos estudos sem medo e tente de novo, dessa vez, com a cabeça mais arejada.

“É preciso entender que há demanda de trabalho em praticamente todas as áreas e para o jovem se dar bem no mercado, ele precisa aproveitar as oportunidades e não desperdiçar as chances que aparecerem pelo seu caminho. Afinal, ele ainda não tem muito a perder”, conclui a gestora.

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome