Dons de Revelação

Os dons do Espírito Santo não são mera casualidade na Igreja, nem opção dos crentes, mas uma decisão divina “para o que for útil” (1Co 12.7).

Dons de Revelação
Os dons do Espírito Santo não são mera casualidade na Igreja, nem opção dos crentes | Foto: Internet

Segundo o que Paulo ensina na primeira carta aos coríntios, os dons Espirituais podem ser melhor compreendidos quando categorizados em três ordens: “dons de revelação, dons de poder e dons de locução”. Paulo não se ocupou com essa didática, apresentando a seguinte ordem: palavra de sabedoria; palavra da ciência; fé; dons de curar; operação de maravilhas; profecia, discernimento de espíritos; variedade de línguas e interpretação das línguas. Algo que não podemos jamais nos esquecer é que, os dons do Espírito Santo não são mera casualidade na Igreja, nem opção dos crentes, mas uma decisão divina “para o que for útil” (1Co 12.7).

I – PALAVRA DA SABEDORIA

A palavra da sabedoria é, geralmente, compreendida como uma espécie de “solução”, que dissipa contendas ou que traz consigo a solvência para um problema difícil de resolver. É uma espécie de “palavra que faltava”. Dizia o pastor Estevam Ângelo de Souza: “Às vezes, precisamos mais desse dom do que precisou Salomão para resolver o caso daquelas duas mães que disputavam a mesma criança”. A palavra da sabedoria vem como o segredo de um cofre que alguém possa precisar e que, finalmente, fora dado por revelação.

Na Bíblia destacaram-se grandes homens de Deus por saber falar a palavra certa, no momento certo, mesmo quando tudo era desconhecido deles. Temos o exemplo de José no Egito, Salomão no palácio, Daniel na Babilônia, Pedro diante da mentira de Ananias e Safira. Em nossos dias, quem pode receber a palavra da sabedoria? Os dons Espirituais estão disponíveis a qualquer crente em Jesus que o busque com zelo. Essa palavra não é rebuscada, carregada de técnica de oratória; não vem enfeitada por um vernáculo exuberante. Às vezes é trazida numa linguagem simples e até mesmo gramaticalmente defeituosa, mas enche os lábios de um crente iletrado, causando pasmo a quem a ouve.

- Publicidade -

A palavra de sabedoria não se apresenta como uma espécie de zodíaco ou horóscopo, mas como uma fala segura, proveniente do Espírito Santo, que sonda os corações e é sempre inequívoca. Os líderes eclesiásticos precisam buscar esse dom. Os pregadores do evangelho, quando cheios do Espírito Santo, transmitem a Palavrade Deus trazendo a revelação do Senhor que, com muita frequência muitos os procuram ao final do culto para dizer que obtiveram de Deus a resposta que tanto precisavam para uma situação difícil.

II – PALAVRA DA CIÊNCIA

A Palavra da ciência é a capacidade sobrenatural que propicia uma visão além da esfera material. Através desse dom a igreja tem acesso a fatos a respeito de pessoas, circunstâncias e de verdades bíblicas. É a revelação do conhecimento de Deus (Ef 3.3).

A ciência como algo sobrenatural é um dom, e não meramente conhecimento adquirido através de estudos e pesquisas dirigidas ou sistematizadas. Relaciona-se com algo “prescrutador”: ao invés de discorrer, como a sabedoria, investiga. A ciência como dom, ocupa-se com os segredos mais profundos da vida espiritual.

Podemos ver esse dom operando na vida de Bezaleel (Êxodo 31: 3) “e o enchi do Espírito de Deus, de sabedoria, e de entendimento, e de ciência em todo artifício”. Os jovens hebreus na Babilônia. “Jovens em quem não houvesse defeito algum, formosos, e instruídos em toda a sabedoria, e sábios em ciência, e entendidos no conhecimento” […] (Dn 1: 4). Hirão (1Rs 7.14; Pv 1: 7) O temor do Senhor é o princípio da ciência; os loucos desprezam a sabedoria e a instrução.

III – DISCERNIMENTO DOS ESPÍRITOS

O dom de discernir os espíritos não é técnica, perícia ou psicologia humana, mas sim uma atuação direta do Espírito Santo na mente do homem, capacitando-o com uma espécie de “psicologia divina” que lhe permite distinguir as manifestações vindas de Deus das procedentes de espíritos demoníacos.

Sempre houve pessoas dotadas de poderes espirituais e psíquicos que não pertencem ao Reino de Deus. Entretanto, manifestações estranhas foram por vezes presenciadas pelo povo de Deus em toda a Bíblia. No entanto, sempre houve homens capacitados por Deus com o dom de discernimento, para advertir e combater tais heresias. O dom de discernir os espíritos é realmente o poder de distinguir as operações do Espírito Santo das de espíritos malignos e enganadores.

Vivemos dias perigosos em que o diabo tem feito do engano uma arma sombria, para usá-la no campo da destruição. Há uma nuvem negra de espíritos enganadores que procuram destruir a obra do Senhor. Os escritores sagrados, especialmente os do Novo Testamento, advertem contra os espíritos deste mundo tenebroso. Os obreiros, de nossos dias, devem atentar para essa orientação e pedir a Deus os dons, especialmente os de discernir os espíritos (1 Co 14.1).

CONCLUSÃO

“diversidade de dons…, de ministérios…, de operações… é o mesmo Deus que opera tudo em todos” (1 Co 12.4-6). Isto faz com que haja unidade na diversidade. Assim é que temos o Pai, a primeira fonte e a origem de toda a influência espiritual em todos; temos também Deus Filho, aquele que põe em ordem, em sua Igreja, todos os ministérios, mediante o que essa influência pode ser legitimamente trazida para edificação de seu corpo; e temos Deus Espírito Santo, que habita e opera no seio da Igreja, efetuando em cada indivíduo a medida de seus dons que Ele assim quiser fazer.

Leia também:
E deu dons aos homens
A atualidade dos dons espirituais
Os dons de revelação desvendam os mistérios e a vontade de Deus
Provai e vede se os espíritos vem de Deus

Bibliografia
– A Existência e a Pessoa do Espírito Santo – Severino Pedro da Silva – CPAD

– O Novo Comentário Bíblico N.T. Earl D. Radmacher, Ronald B. Allen e H
– Teologia para Pentecostais – Pneumatologia – Central Gospel
– Verdades Pentecostais – Antônio Gilberto – CPAD
– Bíblia de Estudo Pentecostal – CPAD

DEIXE UM COMENTÁRIO
Siga Seara News no Twitter, no Facebook e Instagram
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”
Se encontrou algum erro, ou deseja sugerir uma pauta, falar conosco. Clique aqui!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui