Distribuição de Bíblias e porção das Escrituras cresce 9,2% em 2014

Marca obtida pela Sociedade Bíblica do Brasil se deve especialmente ao aumento da distribuição de folhetos com mensagens bíblicas. O total de Escrituras distribuídas ultrapassou os 289 milhões de exemplares.

Em seu empenho de tornar a Palavra de Deus acessível a todas as pessoas, a Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) alcançou em 2014 a marca de 289.605.467 Escrituras distribuídas. O aumento corresponde a mais de 9,2% em relação ao ano anterior. Neste total, estão incluídos Bíblias, Novos Testamentos, livretos e folhetos bíblicos, entre outras publicações. As obras em formato digital, já incluídas nesta compilação, responderam por 337.539 publicações, sendo que, dessas, 329.752 foram Bíblias completas.

Este novo recorde se deve especialmente ao crescimento da distribuição de folhetos bíblicos (mais de 9,7%), com 277.970.900 exemplares. “Este número demonstra que o brasileiro gosta de ler pequenos trechos da Bíblia. E isso acaba estimulando-o a ler cada vez mais o Livro Sagrado”, avalia o diretor executivo da SBB, Rudi Zimmer, ponderando que os folhetos bíblicos fomentam o hábito da leitura e propiciam a formação de novos leitores.

Destaca-se também a doação de Escrituras, que alcançou 900.489 exemplares, além de mais de 2,3 milhões de folhetos bíblicos e a venda de Escrituras a preços subsidiados. “O número de Bíblias completas distribuídas ficou em patamares similares aos de 2013, com 7.612.438 exemplares”, analisa Zimmer, informando que em 2013 foram distribuídas 7.910.360 Bíblias.

De acordo com ele, os resultados de 2014 são fruto de uma série de fatores, além do trabalho social, voltado a populações em situação de vulnerabilidade e risco social. “A SBB tem se esforçado em desenvolver Escrituras para os diferentes segmentos da população, de forma a tornar a Bíblia relevante para a vida das pessoas. Também são oferecidos programas de incentivo à leitura da Bíblia, que despertam não só novos leitores mas também promovem o engajamento dos cristãos com o Livro Sagrado”, destaca.

O crescimento se deve também a outros fatores, como o forte relacionamento com as igrejas: a SBB foi criada pelas igrejas para servi-las em suas necessidades de Escrituras. “Estamos muito agradecidos por esses resultados, mas temos a consciência de que ainda é preciso fazer muito mais para que o Livro Sagrado seja o livro de cabeceira de todos os brasileiros”, sentencia Zimmer.

Confira os dados completos nos quadros a seguir.

Para dar respaldo a este crescimento, a SBB conta com um dos maiores parques gráficos do mundo destinados exclusivamente à produção de Bíblias e Novos Testamentos – a Gráfica da Bíblia, localizada em Barueri (SP) – e um Centro de Distribuição, em Itapevi (SP), além de 10 unidades regionais espalhadas pelas principais capitais do País. “Isto tem propiciado a capilaridade na distribuição de Escrituras, outra aliada nos nossos esforços para levar a Bíblia a todas as pessoas”, complementa Zimmer.

Ação Social – Um dos diferenciais da SBB é o seu trabalho na área social, que busca atender de forma integral pessoas em situação de vulnerabilidade e risco social, oferecendo Escrituras focadas para segmentos variados e diferentes contextos. Entre os grupos beneficiados por seus programas estão pessoas com deficiência, enfermos hospitalizados, detentos, ribeirinhos da Amazônia, famílias, estudantes e vítimas de calamidades.

Outra iniciativa de destaque é o programa Sócio Evangelizador, por meio do qual voluntários fazem uma grande distribuição de folhetos com mensagens bíblicas como forma de estimular a reflexão sobre questões recorrentes da vida urbana. Em 2014, esta distribuição alcançou a marca de 277.970.900 de folhetos bíblicos – um novo recorde.

A Gráfica da Bíblia – Criada para servir as igrejas cristãs no Brasil e no mundo, a Gráfica da Bíblia tem excelência reconhecida além das fronteiras nacionais, permitindo que a SBB exporte para mais de 100 países das Américas, África, Ásia e Europa. De suas instalações saem exemplares em português, espanhol, inglês, francês, árabe e até em ioruba, idioma falado em países africanos. Do total de Escrituras produzidas, cerca de 20% são destinados à exportação.

Produzindo um exemplar da Bíblia a cada três segundos, anualmente, a Gráfica da Bíblia responde por um volume médio de 8,5 milhões de Bíblias. Por mês, são utilizadas 800 bobinas de papel que, se desenroladas, equivalem a 24 mil quilômetros. O papel consumido em um ano seria suficiente para dar 7,2 voltas na Terra.

A Gráfica da Bíblia está instalada desde 1995 no município de Barueri (SP), no mesmo local onde está a Sede Nacional da Sociedade Bíblica do Brasil, e constitui um dos maiores parques gráficos destinados à impressão e encadernação das Escrituras Sagradas do mundo. Construída com o apoio de Sociedades Bíblicas de outros países, tem sido fundamental para que a SBB cumpra sua missão.

Com a finalidade de atender à crescente demanda por Bíblias e Novos Testamentos, a Gráfica da Bíblia foi ampliada em 2007. Em um prédio com 3,7 mil metros quadrados de área construída, localizado no município de Santana do Parnaíba (SP), foi instalada a Encadernadora da Bíblia.

Em 2012, a SBB inaugurou seu Centro de Distribuição, criado para tornar ainda mais eficiente a distribuição da Palavra de Deus em todo o País. Localizado em Itapevi (SP), o espaço centraliza as funções de recebimento, movimentação, armazenagens, separação de pedidos e expedição, reduzindo custos e aumentando a qualidade no atendimento às demandas por Bíblias.

A SBB – A Sociedade Bíblica do Brasil é uma entidade beneficente de assistência social, de finalidade filantrópica, educativa, cultural e de saúde. Sua finalidade é traduzir, produzir e distribuir a Bíblia Sagrada, um verdadeiro manual para a vida, que promove o desenvolvimento espiritual, cultural e social do ser humano, provocando, assim, a transformação daquele que com ela entra em contato. Para cumprir a missão de distribuir, de forma relevante, a Bíblia a todas as pessoas desenvolve programas de assistência social em todo o País. Fundada em 1948, construiu sua trajetória com base na missão de “promover a difusão da Bíblia e sua mensagem como instrumento de transformação e desenvolvimento integral do ser humano”.

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui