Desligamento do Pastor Samuel Câmara, da CGADB: Minha opinião

47
642

Desligamento do Pr. Samuel Câmara da CGADBPor Robson Aguiar

Desligamento! Deixa vê se eu entendi, será realizada uma AGE "na Sede do Belenzinho" para tratar da expulsão dos pastores Samuel, Ivan Bastos e Cia? É isso? Nossa! Já chegamos a esse ponto? E isso é moral? Independente da postura da oposição, essa direita está mais para esquerda, atos como esse só descredenciam aqueles que se apresentam como modelos a serem seguidos. Isso definitivamente não é cristão, não é democrático e nem é moral. Me espanta que o pastor José Wellington faça parte disso. O poder realmente cega, e ainda vão dizer que isso é legal. Por essas atitudes é que o Samuel tem levantado a voz e com razão pelo que vejo, pois apesar de não concordar com algumas coisas no Samuel, observo que esse desligamento está preso ao medo de alguns de vê-lo na presidência da CGADB. Atitude política, nada mais. O pior, é que ninguém vai se levantar para protestar contra esse abuso, pois o sistema coronelista reinante em nossa denominação cala os colonos do ministério, e os burgueses beneficiários do sistema jamais vão se colocar contra os seus Imperadores eclesiástico.

Lamento por tudo isso, choro por essa degradação espiritual e moral que nos atinge. Um choro solitário que ao longe se escuta pelos gemidos das letras. Infelizmente não tenho voz que ecoa retumbante chamando a atenção de todos para esse absurdo.

Estamos entrando no sistema de castas dentro das Assembléias de Deus, não vê quem não quer, grupos começam a se formarem e usam do poder para se imunizarem e ainda calar a voz dos contrários,  e se alguém se levantar contra vai ser linchado, queimado na fogueira das injustiças e excomungado do ministério com direito a purgatório midiático do tipo “ele não era crente” “ele rebelou-se” ou coisa desse tipo.

Jerônimo Savanarola e Lutero estão se mexendo nos túmulos, Daniel Berg e Gunnar se estivessem vivos estariam escandalizados. Ouço a voz de sacerdotes desviados gritando no meio do povo “crucifiquem-no!” também vejo uma fila de escritores em frente a uma pia d’água lavando as mãos.

Não dá para ficar calado.

Escrevo dessa maneira pelo histórico que tenho do episódio, por ter acompanhado o caso nas AGOs e AGEs, me sinto confortável em me manifestar por ter ouvido de pessoas tanto de um lado como do outro palavras de ódio e rancor. Não é justo o que estão fazendo ao Samuel e aos que lhe apoiaram, não podem tolher das pessoas o direito de escolha, somos livres em todos os aspectos, temos o direito legal de nos expressarmos. Temos o direito de discordarmos. Hoje eles calam Samuel, mas não calarão os sete mil profetas que não se venderam a esse sistema opressor.

Minha sugestão é que essa AGE seja em outro Estado, e que o Ivan Bastos continue no cargo até que seja votado em plenário a sua situação e a dos demais. Isso sim, seria coerente, o resto é oportunismo e politicagem.

Robson Aguiar, pr.

47 COMENTÁRIOS

  1. Prezado Pr. Robson, Paz! Jose Wellington dividiu a CGADB em dois grupos: Os que levantam a voz e vao para a câmara de gas, e os que levantam o braço e dizem "Mein Fuhrer"

    • Reverendíssimo Mark Lemos, Paz!
      Uma vez ouvi alguém dizer que não tinha como cair pois já estava no chão, lembrei então de Paulo ao escrever que o viver é Cristo e o morrer é ganho Fp. 1.21. sei que virão os neo jesuítas da inquisição assembleiana para atacar os contrários e até ridiculariza-los através do periódicos da CPAD e Cia. Afinal eles tem os motivos deles pra isso. Mas, é o preço que pagamos quando seguimos o verdadeiro evangelho, só que não me exponho por ser amigo de Pr. Samuel, primeiro porque nunca conversei com ele senão por 1 minuto quando ele visitava a CADEESO, segundo porque nem tudo o que ele diz tem a minha aprovação, mas, por ser membro da CGADB, me sinto na obrigação de expressar minha indignação pela maneira como a Diretoria da CGADB está conduzindo o processo contra o Samuel. Agradeço seu importante apoio.

    • Amigo Jânio Camargo, penso que já é hora dos verdadeiros cristãos se manifestarem, no mínimo comentando acerca do assunto, pois omissão também é pecado. Louvo a Deus porquê você e o Mark Lemos, filho do saudoso João Kolenda, grande missionário que ajudou a educar os pastores das Assembleias de Deus por meio do IBAD, já se manifestaram, agora é esperar para ver a repercussão do caso, pois não adianta apenas ecoarmos o desligamento do Rev. Samuel Câmara e seus companheiros, temos que nos posicionar e mostrarmos a nossa indignação a respeito da postura da diretoria eleita da CGADB. Justiça senhores! reta justiça, e não represarias.

  2. Prezado Pr. Robson, Paz!

    Ficou mais claro do que nunca que o Sr. Jose Wellington conduz os designos da CGADB com autoritarismo e arbitrariedade, não com autoridade e equidade. Quando autoridade e equidade são exercidas, prevalece acima das disputas e turbulências, um sentimento de paz, harmonia, cura, perdão e dignidade, pois a Bíblia Sagrada é o alicerce das acões. Decisões são tomadas visando a saúde institucional a médio e longo prazo.
    Durante os últimos 25 anos tudo aconteceu menos essas coisas. O autoritarismo e arbitrariedade empregados pelo Sr. Jose Wellington ao longo dos anos criou gradativamente um clima de guerra, tensão, desunião, muitas feridas foram abertas, convenções estaduais divididas (uma arma muito usada por ele para intimidar seus opositores) e nunca houve para com os pastores (principalmente os que não o apoiam) tanta indiferença, pois a base para suas ações eh um estatuto e uma assessoria juridica, não a palavra de Deus. Estatutos são necessários, mas quando estes não podem expressar o Amor de Deus e exaltar o Criador, a Bíblia Sagrada deve prevalecer sempre. Esta não é a primeira vez que Jose Wellington atropela o Texto Sagrado e talvez não seja a última.
    Há muitos que apontam para um possível cisma, quem mais torce para que isso aconteca? Jose Wellington! Razão? Quer criar uma dinastia para sua descendência como na época dos Faraós. As ações recentes dele apontam claramente para isso.
    Repito aquilo que ja comentei aqui. Com os acontecimentos dessa semana o Sr. Jose Wellington já conseguiu dividir a CGADB em 2 grupos de pastores: Os que levantam sua voz e são enviados para a câmara de gás e os que levantam seu braço e dizem “Mein Fuhrer”.

    Um forte abraco!

    Mark Lemos

    • Pr. Mark Lemos,

      Já faz tempo que denuncio o totalitarismo dentro das Assembleias de Deus, aquilo que já acontece em igrejas neo pentecostais como Universal, Internacional da Graça, Poder de Deus, Renascer e Sara a Nossa Terra, agora migrou com uma nova roupagem para a nossa denominação, a diferença é que aqui o bolo não fica na mão de apenas uma pessoa, é dividido por um grupo que está dentro da bolha. Quem não se render ao grupo vai para a câmara de gás, como já disse o Pastor Mark. Aqui no Nordeste existem muitos líderes que se enquadram no Facismo Cristão, Salazismo Evangélico, Nazismo Bíblico e Franquismo Gospel.

      Abraços pastor.

    • Irmã Hercília, concordo com suas palavras, sei que Deus vai chamar essa turma para a prestação de contas, mas, não poderia me furtar de trazer a público minha indignação sobre o caso.

  3. MEU QUERIDO PASTOR E AMIGO, É MUITISSIMO LAMENTÁVEL QUE NO PAIS EM QUE VIVEMOS DITO DEMOCRATA, NINGUEM , MAIS NINGUEM SEJA EM QUE CAMADA SOCIAL FOR TENHA O DIREITO DE SE EXPRESSAR CONTRA OU A FAVOR DE ALGO OU ALGUEM. QUERO NAO ACREDITAR QUE ALEM DO GRANDE MONOPÓLIO QUE JA SE FEZ NA CGADB E NAS REGIONAIS AGORA VISLUMBRA-SE A FORMAÇÃO DE CARTEL. ONDE QUEM FALA OU QUEM DISCORDA OU QUALQUER QUE ABRE A BOCA, É EXPULSO, EXCLUIDO JOGADO FORA COMO SE FOSSE UMA SACOLA DE LIXO, COMO SE NUNCA TIVESSE PRESTADO TRABALHO ALGUM PARA DEUS, PARA O POVO E ATÉ MESMO PARA OUTROS LIDERES. ENFIM QUE DEUS TENHA MISERICÓRDIA DESTES QUE ANDAM TRATANDO AS COISAS E O POVO DE DEUS COMO NEGÓCIO, FONTE DE RENDA E DINHEIRO FACIL PARA BEL PRAZER. TEEM ORGULHO DE DIZER E MOSTRAR QUE MANDAM QUE PODEM E QUE SAO OS MAIORAIS. SENHOR PERDOA-LHES POIS ELES MESMO SABENDO O QUE FAZEM O FAZEM POR ESTAREM CEGOS PELA GANANCIA. ATT

  4. A CGADB inventou uma maneira gospel de resolver as questão, desligando os Pastores que não concordam com a maneira que esta pervesa Instituição age. Isto é mais que GOSPEL

  5. Caro pastor Por Robson Aguiar, peço vênia para discordar de seus pensamentos, ou melhor, dizer que seus pensamentos são os mesmos do pastor Samuel aqui em Belém/Pa, quando diz respeito a seu favor.
    Ele escurraçou quase todos os pastores conscientes, a título de exemplo digo o nome do último pastor escurraçado – Kadimiel Pacífico – dando a mesma desculpa “eles estão se insurgindo contra o homem de Deus”, criou uma quantidade de pastores totalmente dependente dele para os servir em época de eleição.
    Digo mais, o pr Samuel era o protegido do pastor José Wellington, tanto é verdade que ele recebeu a igreja de Belém/Pa sem o apoio da convenção paraense, que queria um pastor que tivesse trabalhado no estado do Pará.
    Se o sr. denuncia o totalitarismo dentro das Assembleias de Deus. Eu também denuncio o totalitarismo do pastor Samuel de Belém. O convido a vir em Belém para ver a mão tirana.
    Concluo dizendo o que o pr Samuel esperava não encontrar homens com garra para enfrentá-lo e derrotá-lo, o que aconteceu do quando foi presenteado com a administração da igreja de Belém.
    Do mais, com as mesmas palavras que ele diz, aqui, que toda autoridade é constituída por Deus, assim como ele prega que o é, então ele tem que suportar a verdade pregada, do contrário ficará explícito de que as leis bíblica só serve para uns e não para outros ou melhor “o pau que dá no chico tem que dá no francisco”.

    • Ilustre Daniel Fernandes,
      Suas palavras equilibradas me fazem refletir, mas, confesso que nunca fui ao Pará e não investiguei em que condições o Pr. Samuel Câmara assumiu a Igreja Mãe, por isso não me sinto confortável em falar do caso que o amado irmão mencionou, todavia, reprovo qualquer postura ditatorial e intimidadora, venha ela do norte ou do sudeste, pois aqui no Nordeste, esse mal já se alastrou faz tempo. No caso do desligamento do pastor Samuel, apesar de entender que alguns dos seus aliados se excederam em Maceió, não vi no Samuel nenhuma atitude que configura-se quebra de decoro, falta de ética, incitação a baderna ou coisa desse tipo, vi sim, uma assembleia dividida, uma votação suspeita e imprecisa pelo meio arcaico do levantar ou permanecer assentado, onde não há contagens de votos, ao contrário do que aconteceu em Brasília onde os votos eram contabilizados em aparelhos eletrônicos, por isso, acho que o desligamento em questão é eleitoreiro. Quero ainda acrescentar, que votei no Samuel por falta de opção, e não por achar que ele é melhor ou pior do que alguém, queria apenas mudar a CGADB para que outros pudessem ter a oportunidade que hoje é aproveitada apenas por um seleto grupo.
      Mas, agradeço suas palavras e me uno ao irmão para orarmos pelo futuro das Assembleias de Deus.

      • Pr. obrigado por se manifestar sobre meus pensamentos.

        Como sou apenas membro da Assembleia de Deus desde o ano de 1980 na cidade de Belém/Pa (não pastor) estou me retirando dessa sala de discussão.
        Assumo o compromisso de orar pelo futuro das Assembleias de Deus.

    • Daniel, de qual igreja voce está falando, pois nasci na Assembleia de Deus, e hoje com 38 anos e Pastor auxiliar em Belém, nunca vi o que voce está afirmando, vale salientar que a mentira vem do diabo, sabemos do Amor com que o Pr. Samuel trata a seus lideres, e no caso do pastor Kadimiel, ele teve a liberdade de sair, como outros pastores também acharam que deviam sair, e não se trata de totalitarismo, pois diferente do que o José Wllinton faz , nosso Pastor deixa livre todos aqueles que entendem que nossa igreja não serve para eles e não os perseguem, por isso somos a Igreja que mais cresce…. se voce não sabe somos hoje 506 templos somente em Belem.

      Digo Não a mentira.

      Na paz de Cristo.

      Pr.Joel Lobato

      • Pr. Joel, eu estou falando da nossa ADBELÉM, da qual sou apenas membro (não pastor) desde o ano de 1980

        Quanto o Amor com que o Pr. Samuel trata a seus lideres, digo que a família do pr. Betinho que morreu, da passagem Elvira, lembra?, está desamparada e aguardando a ADBELEM dar algum apoio. Dentre outros que não mencionarei para não alongar o escrito.

        Quanto a igreja que mais cresce (,) a maioria dos templos inaugurados são casas que cabem apenas 50 membros, os templos estão todos vazios e se o pr. quiser posso bater fotos de culto do domingo a noite e lhe mandar. Certamente isso mostrará a falência da ADBELEM.

        Para não ficar em discissão vã me retiro dessa sala de discussão. Assumindo o compromisso de orar pelo futuro das Assembleias de Deus.

  6. Amado votei no Samuel Camara uma vez. Depois voltei a votar no José Wellington por falta de opção. Sou contra o autoriatrismo mas também sou contra a hipocrisia, Afirmar que não se justifica o desligamento de Samuel Câmara é ingenuidade. Basta assistir os vídeos do you tube e verificar Samuel Câmara e seu filho Felipe comandando a baderna na AGE em Maceió. Se havia falha na contagem de votos, acredito que existem outros métodos de persuasão além do comportamento sindicalista adotado por Samuel Câmara e parte de seus simpatizantes. Acredito ainda que se houvesse humildade e retratação seria desnecessàrio o desligamento. Se existe interesses eleitoreiros foi o próprio Samuel que proporcionou os motivos para ser considerado culpado pelo Conselho de Ética. Sou a favor de mudanças, só não quero mudar de seis para meia dúzia. Faltou imparcialidade na sua postagem….

    • Pastor Roberto de Almeida, sua crítica é bem vinda e sempre será.

      Esse é o meu principal objetivo ao escrever sobre o episódio. Liberdade em todos os aspectos. Agora, torno a enfocar que os motivos que norteiam a eliminação (digo, desligamento), do pastor Samuel e Cia é puramente eleitoreiro. Na verdade igenuidade seria eu acreditar que o motivo é ético, pois conheço, meu querido amigo de ministério, uma dezenas de casos bem mais indecorosos e anti-éticos, na verdade, escandalosos, e isso, em plena Convenção Geral, que não tiveram a mesma repercussão e desfecho junto a ´”comissões de ética”,  crendo eu que os que frenquentam AGOs e AGEs tem muitas histórias para contar. Não quero citar nomes e nem episódios vergonhosos que poderiam ter sido alvos de desligamentos, pois, seria inoportuno no momento, mas, estive presente e vi com os meus olhos tudo o que aconteceu em plenário e que pastor Samuel foi acusado, por isso, torno a escrever, que a falta de transparencia e critérios nas votações levaram a oposição a questionar na justiça aquilo que deveria ser resolvido em plenário. Não sou anti-Wellington, até porquê sempre votei nele e tenho por ele consideração, mas nessa última eleição como já escrevi votei no Samuel, todavia, não darei respaldo aos oportunistas de plantão, que sabendo que não haverá candidato a altura do Samuel para disputar a próxima eleição, resolveram desqualificá-lo e até desliga-lo, pessoas que tem seus dias de glória sob ameaças, que desfrutam das benéfices da situação, não tendo alguém que lhes representem para dar continuidade ao sistema impenetrável da bolha. Meu problema com o Samuel é o seu flerte com a teologia da prosperidade, principalmente quando ele vai ao amazonas, onde algumas igrejas assembleianas se misturam Renê e comungam com o Benny “Ruim”.  No mais, não tenho nada contra. Abraços, querido amigo.

  7. Meus nobres ministros de Deus, é indubitável que decisões como estas sejam tomadas, carta de repreensão, exclusão ou algo parecido, pois onde há contenda, deve perseverá a correção, assim não deve haver apenas na membresia sem função eclesiástica e sim a TODOS que de alguma maneira escandalisam o evangelho. Se em outras convenções não se tomou providência com outros insipientes, erraram. Independente do suposto “coronelismo”, deve ser afastado SIM. Deixo ciente que não tenho partido, mas acredito que deveria ter sido feito algo.

    • Meu Caro Sílvio, não sou contra desligamentos, mas, no caso em discussão não cabe disciplina nem desligamentos meu querido amigo. Acho que o irmão não tem acompanhado o caso como eu acompanho. Estive em todas as plenárias em que Samuel foi acusado e não encontrei em sua postura, motivo para exclusão. Tudo não passa de oportunismo político meu caro. Abraços.

      • Há com certeza discordância de lideranças, não podemos exagerar com citações contra a Instituição que não fala, então seria interessante, se for o caso, falar nomes de pessoas. O bom dos erros é quando sabemos as falhas e assim achar o equilíbrio. Desabafos em púlpitos ou em mídia não levam a NADA. Cadê a Edificação? No mais que Deus nos dê discernimento e perseverança para não entrar por outros caminhos estranhos.

        • Não cítamos nomes por questão de ética, mas, todos que acompanham o caso,  sabe do que se trata. A exemplo de Jõao Batista e de Cristo, não ficamos apenas na oração, mas, exercemos nosso direito de voto, de crítica, de reprovação do pecado, Não comungamos com a atitude tomada contra os pastores Samuel, Sóstenes e Ivan Bastos, e mostramos a nossa posição publicamente para quem quiser dizer o contrário e para mostrar que não estamos atrelados a essa políticagem eclesiástica. Se calar, é se omitir, e não somos covardes para abandonar os que estão sendo injustiçados nessse momento, se fosse o contrário faríamos o mesmo. Obrigado pela participação e “crítica” caro Damelos.

          Robson Aguiar, pr

  8. É indecoroso discordar, mas não é indecoroso repudiar a mulher por qualquer motivo?
    Cadê Comissão de Ética para pastores que se divorciam, deixam as esposas de cara pra cima, passando fome, e ainda continuam na presidência das igrejas?!

    • Irmã Miriam, concordo plenamente com suas palavras. Onde está a Comissão de Ética para todos os demais assuntos? E olhe que são muitos. Aliás, falando em Comissão, parece que só a Comissão de Ética está trabalhando, e isso, apenas para excluir desafetos, onde estão as demais comissões? Não tem trabalho? Começo agora a me voltar para o caso Dake, da qual a irmã foi vítima, onde a Comissão de Apologética e o Conselho de Doutrina estavam esquecidos, sem terem o que fazer, pois não eram consultados, como parecem não serem no momento, sobre os matériais que são publicados na CPAD.

  9. Isto é a Assembléia de Deus. Vcs não conseguem ser unidos entre si, como pregam o evangelho, que apresenta Jesus, que é Deus… Que é amor?

  10. Estou perplexo com o que ouvi no último culto da boca do pastor no púlpito: ¨É…. O PASTOR JOSÉ WELLINGTON FEZ O VELÓRIO DE UM DE SEUS OPOSITORES NESTA SEMANA E AQUELES QUE FAZEM DO MESMO MODO ( SE REFERINDO A ELE PRÓPRIO ) CUIDADO PORQUE VOU FAZER O SEU VELÓRIO TAMBÉM¨.Não sei o que dizer diante desses fatos, vivemos numa ditadura evangélica de que quando se pensa ao contrário o irmão é excluído, odiado, perseguido, etc. Sem palavras diante de tanta ignorância espiritual de quem se espera no mínimo um pouquinho de sabedoria e do amor ágape. Lamentável.

  11. A Paz do Senhor !
    Irmão Robson Aguiar,
    NUNCA IMAGINEI que a abençoada Assembleia de Deus, levantada por DEUS e durante muitos anos foi instrumento de DEUS prá resgate de muitos homens e mulheres que viviam sem esperança, sem paz e sem salvação ! Graças a DEUS que temos ainda muitos remanescentes mas, em linhas gerais, a Denominação tá muito dividida, secularizada demais. Eu e minha esposa estamos orando prá que DEUS faça JUSTIÇA ! Ele é quem abate, quem levanta, que dá a vida e quem faz descer a sepultura. OREMOS POIS…

  12. A PAZ DO SENHOR QUERO DIZER QUE TANTO O PASTOR JOSÉ WELLINGTON QUANTO O PASTOR SAMUEL CÂMARA SÃO HOMENS DE DEUS E MERECE O NOSSO RESPEITO MAIS DESLIGAR O HOMEM DA CONVENÇÃO É UM ABSURDO VISTO QUE ELE NÃO PECOU NEM ADULTEROU ELE APENAS QUER MUDANÇAS COMO UMA MULTIDÃO TAMBÉM QUER É PRECISO RESPEITAR SE ELE ESTAR EM BELÉM É PORQUE DEUS QUER SE NÃO QUISER QUE AJA CANDIDATO A PRESIDÊNCIA DA CONVENÇÃO ENTÃO MUDE O ESTATUTO PRA PRESIDENTE VITALICIO HEREDITÁRIO MAIS CONDENAR ALGUÉM INOCENTE PORQUE COLOCA O NOME A DISPOSIÇÃO É INACEITÁVEL SE FOR OLHAR DIREITINHO DENTRO DA CGADB TEM É MUITOS QUE JÁ ERAM PRA SER EXCLUÍDOS

  13. A PAZ DO SENHOR QUERO DIZER QUE TANTO O PASTOR JOSÉ WELLINGTON QUANTO O PASTOR SAMUEL CÂMARA SÃO HOMENS DE DEUS E MERECE O NOSSO RESPEITO MAIS DESLIGAR O HOMEM DA CONVENÇÃO É UM ABSURDO VISTO QUE ELE NÃO PECOU NEM ADULTEROU ELE APENAS QUER MUDANÇAS COMO UMA MULTIDÃO TAMBÉM QUER É PRECISO RESPEITAR SE ELE ESTAR EM BELÉM É PORQUE DEUS QUER SE NÃO QUISER QUE AJA CANDIDATO A PRESIDÊNCIA DA CONVENÇÃO ENTÃO MUDE O ESTATUTO PRA PRESIDENTE VITALICIO HEREDITÁRIO MAIS CONDENAR ALGUÉM INOCENTE PORQUE COLOCA O NOME A DISPOSIÇÃO É INACEITÁVEL SE FOR OLHAR DIREITINHO DENTRO DA CGADB TEM É MUITOS QUE JÁ ERAM PRA SER EXCLUÍDOS

  14. Amados.
    Passou a estar com o Senhor a irmã Hadassa Rodrigues, viúva do saudoso irmão Manuel Maria Rodrigues, português, industrial e morador de Belém nos idos de 1910. Pioneiro da obra pentecostal no Brasil, em 13 de junho de 1911, numa terça-feira, ele foi excluído, juntos com outros 12 membros de uma igreja, para iniciar o trabalho pioneiro na companhia dos missionários Daniel Berg e Gunnar Vingren. Entres esses irmãos, estava José Plácido da Costa, o qual foi enviado como missionário para Portugal já no ano de 1914. Irmão Manuel Maria Rodrigues foi genitor da irma Lidia Nelson, esposa do também missionário Nels Nelson. Esposa de segundo matrimonio com irmão Manoel Rodrigues, irmã Hadassa, já viúva, casou-se com o Pastor José Ferreira, outro grande desbravador do Evangelho no Marajó, com vasta lista de serviços prestados ao Reino de Deus por todo o Marajó, o que lhe deu o “apelido” (carinhoso) de “búfalo do Marajó”, por ter sido incansável obreiro… Irmã Hadassa residia nos últimos anos em Pontas de Pedras, onde morou com o Pastor José Ferreira até seus últimos dias de vida…
    Mais uma vida preciosa, que marca uma geração, recolhida às mansões celestes!
    “Porque aquele que entrou no seu repouso, ele próprio repousou de suas obras, como Deus das suas” (Hebreus 4.10). fonte: https://www.facebook.com/kadmiel.costa/posts/10201046896728405

  15. É de se lamentar e até causa escândalo, que os crentes e principalmente os ensinadores da palavra, não observem a oração de Jesus pelos discípulos em todo o cap. 17 do evangelho de João, principalmente dos vv 16-21 muitos tem esquecido que não são do mundo, que não estão se santificando na verdade, não estão se-
    ndo um em Cristo, como ele é um com o Pai, e pelo mau testemunho, impedem a salvação de muitas almas.

    O conceito das pessoa em relação a igrejas, é muito negativo, em função do que se prega mas não se vive, por-
    que dentro das igrejas reinam o ódio, a inveja, a cobiça pelo vil metal e o poder e a politicagem e esta copiada dos políticos. estou feliz em não participar da CGDAB.

  16. o José Wellington só vai largar o trono da AD, quando ele conseguir empossar o Junior no lugar dele.
    enquanto isso não aconteci todos tem q beijar a mão coronÊ senão ele faz o q fez com Samuel Câmara, independente do q houve sou contra qualquer tipo d monopólio do poder quanto mais eclesiástico dentro das igrejas, senão virá ditadura, afinal a Igreja eh propriedade d Cristo e não do homem, ninguém deve ter o comando absoluto da Igreja mais infelizmente não isso q aconteci, as cúpulas eclesiásticas estão cheias d escribas e fariseus loucos por poder e esquecem q estão se aproveitando da Noiva d Cristo, o Noivo vai cobrar todas essas ofensas.

  17. Amado irmão em Cristo, sou membro da AD desde os meus 12 anos de idade.
    O pior é que, a despeito dos protestos que existem, eles não estão nem aí. Se fazem de surdos e de cegos, e, em nome de uma autoridade que de autoridade não tem nada, insistem em repetir os erros mais absurdos à frente desta que já é uma denominação centenária. Infelizmente, a Assembleia de Deus que até pouco tempo era uma das denominações mais respeitadas, começa a cair em descrédito, justamente por conta de comportamentos estranhos por parte de seus líderes. O que prevalece mesmo é a ganância pelo poder, não só administrativo, mas principalmente aquisitivo. Se um membro deixar de entregar o dízimo, logo é execrado, condenado por antecipação e chamado de ladrão, de cima dos púlpitos. Enfim, estou muito decepcionado com tudo isso!!

  18. eu fico muito triste em saber de algo estarrecedor como isso é muito lamentavél mais muita gente que pode passar na direção de uma instituição mais de 25 anos é pouco do por visto as coisas erradas que podem estar oculta entre suas decisões que os mesmo tomam.

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome