Funeral
Funeral / Reprodução Internet

O que será dito no seu funeral não determinará sua condição na eternidade!

Por Cleber Montes Moreira

“E ouvi uma voz do céu, me dizendo: Escreve: Bem-aventurados os mortos, que desde agora morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem dos seus trabalhos; e suas obras sigam com eles”. (Apocalipse 14.13 – Novo Testamento Almeida de 1819, revisado para o português corrente e cotejado com o Textus Receptus publicado por Scrivener¹)

Dona Anita faleceu aos 98 anos, depois de passar vários dias em coma no hospital. No velório, uma conhecida desabafou: “Dona Anita descansou”.

O mesmo foi dito sobre Jorge, 39 anos, usuário de drogas que perambulava pelas ruas do centro de São Paulo. Por diversas vezes estivera internado, e a família, por mais que se esforçasse, não conseguiu resgatá-lo do vício.

Joana, uma crente fiel, aos 28 anos perdeu a batalha para o câncer. Durante o sermão fúnebre seu pastor afirmou: “Irmã Joana descansou e já está com o Senhor”.

Frases como “Fulano descansou”, ou “Fulano passou dessa para melhor”, embora possam indicar o descanso de lutas e aflições desta vida, nem sempre revelam uma condição melhor na eternidade, constituindo-se, muitas vezes, em meros eufemismos. Isso porque somente o cristão pode descansar no Senhor. Para aqueles que não se renderam a Cristo pela fé, para os que não passaram pela experiência do novo nascimento, o futuro não é de descanso, e sobre eles não se pode dizer que “passaram dessa para melhor”. A Bíblia é clara ao declarar sobre a eternidade dos perdidos e a eternidade dos salvos: “E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna” (Mateus 25.46). Ainda, sobre o lugar dos mortos sem Cristo é dito que “ali haverá pranto e ranger de dentes” (Mateus 13.50), portanto, nenhum descanso, mas sofrimento eterno.

Não é o que será dito sobre você no seu funeral que determinará sua condição na eternidade, mas sua escolha ou rejeição por Cristo: “Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece” (João 3.36).

O descanso e a vida eterna são para os que creem, e crer é confessar a Jesus como Senhor e Salvador, é entregar-se a Ele e sujeitar-se ao seu senhorio; é acatar o evangelho, “o poder de Deus para a salvação de todo o que crê” (Romanos 1.16), como regra de fé e prática.

Se você pertence a Cristo, seu futuro eterno será com Ele, porém, se não, a profecia de Apocalipse 14.13 não é sobre você. Pense nisso!

¹ http://aprendiz.witnesstoday.org (acessado em 24 de janeiro de 2019)

___________________________________________
Siga Seara News no 
Twitter, no Facebook e Instagram

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui