“Desafio da rasteira” vira febre nas redes sociais

Um novo estilo de “desafio” está viralizando nas redes sociais. Vários vídeos com a “brincadeira” têm sido reproduzidos em grupos de WhatsApp e nas redes sociais. “Não pratiquem e nem participem deste perigo”.

Vários vídeos com o desafio têm sido reproduzidos em grupos de WhatsApp e nas redes sociais, transformando-se em grande preocupação por parte dos pais.

O desafio consiste numa “brincadeira” em que uma dupla convence uma terceira pessoa a dar um pequeno salto para, rapidamente, conseguir derrubar a “vítima” no chão.

A suposta brincadeira acontece quando a terceira pessoa fica alinhada no meio de outras duas. A partir daí cada um dá um pequeno salto em sequência. Quando a pessoa do meio pula, as duas ao lado imediatamente dão uma “rasteira” com a terceira pessoa ainda no ar, fazendo com que ela caia, geralmente de costas no chão.

O que muitos ignoram é que a brincadeira aparentemente inofensiva pode causar sérios danos à saúde, principalmente se a pessoa bate com a cabeça no chão durante a queda.

Foi o caso de uma dupla de rapazes que convenceu um terceiro homem a participar do desafio. No momento em que ele pulou e foi derrubado, acabou batendo a cabeça no chão e ficou desacordado.

O vídeo com a brincadeira de mau gosto encerra antes do homem recobrar a consciência. Não se sabe se a queda provocou algum problema mais sério além do “apagão”.

O primeiro registro deste tipo de brincadeira veio da rede social Tik Tok. Nela, dois jovens convencem a mãe a participar da brincadeira. Os rapazes então pulam ao mesmo tempo e pedem que a ela faça o mesmo. Quando ela está no ar, rapidamente é derrubada por eles. Neste caso, a mulher cai de costas no chão e logo é amparada pelos rapazes.

Menina morreu ao cair e bater a cabeça durante ‘desafio’ em escola

A adolescente participava do desafio com outras duas meninas que guiavam a colega sobre como proceder, na Escola Municipal Antônio Fagundes, em Mossoró, no Rio Grande do Norte (RN). Após pular e sofrer uma rasteira, Emanuela Medeiros, de 16 anos, bateu a cabeça no chão e acabou se ferindo.

“Desafio da rasteira” vira febre nas redes sociais
(Foto: Reprodução / Estado de Minas)

Emanuela sofreu traumatismo craniano, foi socorrida pela direção do colégio e levada ao Hospital Regional Tarcísio Maia, mas acabou morrendo. O caso aconteceu em novembro do ano passado, mas viralizou esta semana.

Com informações do Pleno News e do Estado de Minas

DEIXE UM COMENTÁRIO
Siga Seara News no Twitter, no Facebook e Instagram
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”
.
Seara News 25 anos

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui