Convenção Batista Brasileira emite novo manifesto contra a corrupção
Agentes da PF e da Receita Federal (Foto:Luiz Carlos Murauskas/Folhapress)

Tendo como missão a tarefa de viabilizar a cooperação entre as igrejas batistas, no cumprimento de sua missão, como comunidade local, a Convenção Batista Brasileira (CBB) emitiu um manifesto referente a “Operação Lava Jato”. O texto foi endereçado ao Ministério Público Federal, com cópias para a Presidência do Senado Federal, Presidência da Câmara dos Deputados, Ordem dos Pastores Batistas do Brasil, líderes das bancadas evangélicas das duas casas legislativas, entre outros.

O texto é assinado pelo Pr. Vanderlei Martins, presidente da CBB, e expressa críticas ao atual quadro da corrupção no Brasil, além de exigir ações de combate à corrupção e ao enriquecimento ilícito, ao aumento das penas para corrupção de altos valores, revisão do sistema recursal, fim da prática do “caixa dois”, entre outras práticas que trazem danos ao país.

No início do ano, durante a 95ª Assembleia da CBB, realizada em Gramado (RS), Pr. Vanderlei e o Pr. Sócrates Oliveira, diretor executivo da CBB, também assinaram um manifesto contra a prática da corrupção e destruição da vida e da família. Na ocasião, e também no texto, os batistas se comprometeram a orar pelas autoridades, bem como apoiar e contribuir com as iniciativas de moralização e construção de valores a serem praticadas por todo cidadão brasileiro.

Interceda pelo Brasil, a fim de que o Príncipe da Paz seja entronizado nas ruas, lares, corações dos brasileiros; que o Sol da Justiça, que é Jesus, brilhe e desfaça as trevas que infelizmente ainda tem influenciado vidas nesta nação.

Manifesto CBB

Convenção Batista Brasileira emite novo manifesto contra a corrupção

Fonte: JMN CBB

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui