29.4 C
Vila Velha

Convenção Batista Amapaense realiza seminário sobre Escola Bíblica Dominical

O evento realizado na sede da COBAP, em Macapá (AP)

EM FOCO

Seara News
Seara News
SEARA NEWS é o primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo, um aporte eficaz na comunicação, com conteúdo informativo orientado por linha editorial baseada nos princípios bíblicos; e enfoca os matizes do contexto cristão ao redor do mundo.

A Convenção Batista Amapaense (COBAP) realizou um seminário sobre Escola Bíblica Dominical – EBD, entre os dias 21 e 22 de abril, com o tema “Ensinando para transformar vidas”.

O evento realizado na sede da COBAP, em Macapá (AP), contou com a presença de 81 inscritos, representantes de treze igrejas da capital, e a participação ativa de 53 professores de Escola Bíblica Dominical.

O presidente da COBAP, pastor Adiel Fagundes destacou a importância do evento: “O Seminário foi de grande relevância pois oportunizou aos educadores do campo aplicar o conhecimento adquirido, visando formação de vocacionados locais nos cursos de Teologia e Educação Cristã. O Seminário foi produzido considerando a realidade e necessidades do campo amapaense”, disse o presidente da COBAP.

Seminário

O seminário aconteceu em quatro etapas. Na primeira, Eliane Ferreira Borges da Graça, membro da Igreja Batista Central de Macapá (AP) e mestranda em Teologia pela FABAPAR, enfatizou que “o ensino que transforma vidas e fortalece a identidade denominacional é aquele conteúdo bíblico, ministrado por professores, capacitados e cheios do Espírito Santo”. Além disso, mostrou que na Escola Bíblica Dominical os resultados são observados quando há transformação dos alunos e professores.

A segunda teve como facilitadores os educadores cristãos Alessandra Araújo, Edmilson Pereira, Filomena Domingo, Myrely do Santos, Sandra Oliveira, Silvia Costa, Orismar Menezes e Wilma Alberto, que estudaram, em pequenos grupos, o livro do consagrado autor Howard Hendricks: “Ensinando para Transformar vidas”.

“O evento foi bem dinâmico, acolhedor e abençoador, e nós educadores atuamos como facilitadores ensinando a fazer fazendo e junto construindo o aprendizado, para que apliquem o ensino nas suas Igrejas. Fica aqui nosso agradecimento à equipe que nos auxiliou para que tudo fosse realizado com louvor”, disse a educadora religiosa Maria Filomena C. P. Domingo, que atua na congregação da Igreja Batista Central em Ferreira Gomes (AP).

A terceira etapa foi uma breve apresentação dos Panoramas do Antigo e do Novo Testamento. Um dos conselheiros, pastor Edmilson Pereira, avaliou: “O Seminário alcançou sua proposta, pois durante toda sua execução, não saímos do foco: trabalhamos o tema proposto, valorizamos os educadores do campo amapaense, e através das oficinas, exposição do Panorama Bíblico e a mesa redonda mostramos que a EBD é imprescindível.

Mesa Redonda

Durante a quarta etapa, aconteceu uma Mesa Redonda com vários pastores da Ordem dos Pastores Batistas do Brasil (OPBB/AP), que resultou no consenso de que a literatura usada nas escolas bíblicas fortalece a identidade denominacional. Foi abordado a matriz curricular usada pela maioria das greis, e de outras convenções estaduais. A MR teve a participação de 1/3 dos pastores do campo.

O pastor Isaías Bento Ferreira Júnior, presidente da OPBB/AP, enalteceu o empreendimento da COBAP à educação cristã: “Queremos expressar nosso profundo agradecimento à Convenção Batista Amapaense pela inciativa em promover e realizar o Seminário “Ensinando para transformar vidas”, oportunizando uma reflexão sobre a nossa EBD e como ela atua para o fortalecimento da nossa identidade denominacional”, disse o presidente da OPBB/AP.

Avaliação

No encerramento, todos os participantes receberam certificados e avaliaram o seminário como “muito bom”, sugerindo a realização de outras edições do evento, e mais tempo para a continuarem debatendo sobre a Escola Bíblica Dominical.

Batistas no Amapá

O Amapá é um estado geograficamente isolado, composto de apenas 16 municípios, tendo cada um a presença Batista desde 2007.

Todos possuem templos singelos e servidos de salas para escolas bíblicas em 90%. Em 11 municípios a denominação ainda não tem pastores.

Atualmente o campo amapaense tem 26 pastores, com duas características: 1/3 com formação teológica básica e 2/3 com ministério bi vocacional.

Ao todo são 31 Igrejas, sendo 18 na capital Macapá, e 20 congregações, com seis delas em Macapá, somando cerca de mil batistas na membresia em todo campo.

O cenário eclesiástico conta com uma liderança ainda que de maioria “leiga”, mas esforçada e comprometida com a manutenção da Escola Bíblica Dominical.

Com informações de Eliane Ferreira B. Graça, via CBB
- Publicidade -

LEIA MAIS...

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

LEIA TAMBÉM

ESTUDOS E DEVOCIONAIS

- Publicidade -
Rádio Seara News
- Publicidade -
Suprema Contabilidade
- Publicidade -spot_img