Comunidade Internacional ignora terrorismo na Nigéria, diz líder da Convenção Batista Nigeriana

2

“O meu povo está sendo morto como animais e o mundo todo está apenas assistindo”

Comunidade Internacional ignora terrorismo na Nigéria, diz líder da Convenção Batista Nigeriana
Cristãos nigerianos

De acordo com Samson Ayokunle, presidente da Convenção Batista Nigeriana (NBC), a comunidade internacional tem falhado por ignorar a violência terrorista e ataques no país Oeste Africano.

NBC é a maior organização membro da Aliança Batista Mundial (BWA) na África, com aproximadamente de 3,5 milhão de membros em cerca de 10.000 igrejas.

A minha consternação está na atitude da comunidade internacional diante da enorme destruição acontecendo na Nigéria”, disse o Ayokunle BWA. “A seriedade com que interveio no ataque do ISIS (Estado Islâmico) na Síria e no Iraque, ou o problema causado pelo Taliban no Afeganistão, etc., não é mostrado no caso da Nigéria”.

Ele acusou a comunidade mundial para desvalorizar a vida dos nigerianos.

Não importa para o resto do mundo se o Boko Haram continua a matar centenas de pessoas todas as semanas? São essas pessoas menos humanas do que aquelas que estão sendo mortas em outro lugar onde eles (a comunidade internacional) passaram a intervir diretamente? O meu povo está sendo morto como animais e o mundo todo está apenas assistindo”.

Ayokunle estava respondendo ao mais recente surto de ataques do Boko Haram, um grupo jihadista que busca estabelecer a lei islâmica na Nigéria.

O Boko Haram realizou o massacre Baga no estado nigeriano do nordeste de Borno, no início de janeiro deste ano, matando pessoas, gerando um número desconhecido de mortos, com estimativas variando entre dezenas para mais de 2.000. Em abril de 2013, mais de 185 pessoas foram mortas e mais de 2.000 casas em Baga foram destruídas como resultado de combates entre as forças armadas nigerianas e Boko Haram.

Até 2014, o grupo matou mais de 5.000 civis em ataques que ocorrem principalmente no nordeste, centro norte e centro da Nigéria. Desde 2009, o Boko Haram raptou mais de 500 pessoas, incluindo o sequestro de 276 estudantes de Chibok em abril de 2014. Estima-se que 1,5 milhão fugiram de suas casas por causa de ameaças e ataques.

“A situação é constrangedora”. Ayokunle declarou.

As principais metas em todos estes ataques são primeiro os cristãos e depois qualquer outra pessoa que se oponha a eles. Qualquer cidade em que entrar, depois de matar os cristãos lá, eles vão em frente para derrubar todas as igrejas, não poupando as mesquitas. Grandes cidades cristãs, tais como Gwoza e Mubi entre outras cederam para eles. cristãos em cidades como Michika e Baga também estão na disputa”.

O líder Batista nigeriano disse que “a igreja está sob o cerco de severa perseguição”. Batistas foram diretamente afetadas. “Nenhuma igreja cristã está de pé em Mubi, onde mais de 2.000 batistas fugiram da cidade através dos Camarões quando Boko Haram atacaram”.

Estes cristãos batistas, disse ele, voltaram para a Nigéria através de outra cidade chamada Yola no Estado de Adamawa, mas nunca para suas casas novamente. “Eles tornaram-se deslocados e agora estão vivendo em campos de refugiados, trabalhando por comida, sem acomodação e roupas decentes”.

Ayokunle disse edifícios batistas, incluindo os escritórios da secretaria da Fellowship Baptist Conference da NBC, foram queimados em Mubi, e a casa do presidente da conferência foi vandalizada. O presidente da conferência e pastores batistas fugiru para a cidade de Jos, no estado Plateau, outra região que tem sido atacada pelo Boko Haram.

Nossa Baptist High School, em Mubi foi fechada enquanto nossa outra Baptist Pastors School na cidade vizinha, Gombi, foi desativada por tempo indeterminado”.

Ele agradece o apoio da oração dos batistas e outros cristãos e solicitou apoio financeiro para ajudar aqueles que foram deslocados pelos ataques terroristas. “Continue a se juntar a nós em oração para que as portas do inferno não prevaleçam contra a Igreja de Cristo na Nigéria”.

Texto original: Baptist World Alliance
Tradução: Paulo Pontes / Seara News

2 COMENTÁRIOS

  1. O mundo esta sendo fatiado… a infelicidade dos povos já não comove mais… enquanto não chega á nossa porta…Já tínhamos sedo avisados quanto a isso.
    Por exemplo: “E ele lhes respondeu: Vede que ninguém vos engane. Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo, e enganarão a muitos. E, certamente, ouvireis falar de guerras e rumores de guerras; vede, não vos assusteis, porque é necessário assim acontecer, mas ainda não é o fim” (Mt 24.4-6).

DEIXE UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome