Chuvas no ES: Defesa Civil emite Boletim

0
47

Chuvas no ES: Defesa Civil emite Boletim Mais uma pessoa morreu na localidade de Laranjal município de Itaguaçu, município fortemente afetado por enxurrada e deslizamentos de terrra. Com isso subiu para seis o numero de vítimas fatais. As mortes aconteceram em Colatina, Nova Venécia, Baixo Guandu, Paraju e duas em Itaguaçu.

Conforme previsto voltou a chover forte na Grande Vitoria no final da tarde de ontem. Nas ultimas 24 horas choveu 130mm provocando o desabamento de 5 casas em Vitoria e quedas de barreiras nas cidades da Serra e Viana.

Aumentou para 40.150 o numero de pessoas, em todo o estado, que precisaram deixar suas casas, sendo 5.307 desabrigados(estão em abrigos municipais e recebendo) e 34.843 desalojados(foram para casa de parentes e amigos). Entre elas temos o registro de 45 pessoas feridas. O levantamento de pessoas afetadas pelas chuvas continua prejudicado pela dificuldade de acesso as áreas afetadas.

A Secretaria Nacional de Defesa Civil continua enviando alertas de Risco Muito Alto de inundação e deslizamento de terra na região Serrana e alagamentos em Linhares e Colatina devido ao Rio Doce estar com nível de agua acima taxa de inundação. Os coordenadores de Defesa Civil dos municípios foram informados acerca dos procedimentos de avaliação contínua dessas áreas e, caso necessário, evacuação emergencial.

Municípios mais afetados

Subiu para 45 o numero de municípios mais afetados e são: Santa Leopoldina, Santa Tereza, Venda Nova do Imigrante, São Gabriel da Palha, Cariacica, Viana, Vila Velha, Serra, Vitória, Afonso Claudio, Itaguaçu, Conceição do Castelo, Itarana, Muniz Freire, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá, Castelo, Laranja da Terra, Vargem Alta, Agua Doce do Norte, Águia Branca, Alto Rio Novo, Aracruz, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Colatina, Conceição da Barra, Ecoporanga, Fundão, João Neiva, Linhares, Ibiraçu, Mantenópolis, Nova Venécia, Pancas, Rio Bananal, São Domingos do Norte, São Mateus, Vila Pavão, Vila Valério, Bom Jesus do Norte, Cachoeiro de Itapemirim, Guarapari, Ibatiba e Jeronimo Monteiro.

O governo decretou Situação de Emergência em todas as áreas afetadas por desastres decorrentes das últimas chuvas.

Dos 45 municípios afetados, o decreto municipal de 22 municípios, referente a situação de anormalidade (Situação de Emergência ou Estado de Calamidade Pública) devido as fortes chuvas, está sendo elaborado pelos municípios e alguns já estão sendo analisados pela CEPDEC. São eles: Agua Doce do Norte, Rio Bananal, Castelo, Bom Jesus do Norte, Vargem Alta, Cachoeiro de Itapemirim, Ecoporanga, Mimoso do Sul, Laranja da Terra, São Domingos do Norte, Viana, Conceição do Castelo, Águia Branca, Alto Rio Novo, Barra de São Francisco, Nova Venécia, Ibatiba, São Gabriel da Palha, Pancas, Vila Pavão, Linhares e Mantenópolis. Mais municípios estão avaliando os prejuízos e posteriormente poderão decretar.

Onde entregar doações

As doações de CESTA BÁSICA e ÁGUA MINERAL estão sendo recebidas nos seguintes locais:

Vitória – 1º Batalhao da Polícia Militar: Av Maruipe, 2115, Maruipe Vitoria – Tel 3636-7306

Nova Venécia – 2º Batalhao da Polícia Militar: Av Guanabara, 40, Bairro Iolanda – Nova Venécia Tel (27) 3752-4200

Vila Velha – 4º Batalhão da Polícia Militar: Av Nossa Senhora da Penha, 118 Ibes – Vila Velha – Tel 3636-0400

Barra de São Francisco – 11º Batalhao da Polícia Militar: Rua Vereador Antonio Roas Ruebra, 293 –Centro – Barra de São Francisco – Tel (27) 3756-8400

Linhares – 12º Batalhao da Polícia Militar: Rua Washington Luiz, 599 – Bairro José Rodrigues Maciel – Linhares – Tel (27) 3372-7853

Colatina – Escola Honório Fraga: Rua Nossa Senhora Aparecida, 204 – São Silvano Colatina – Tel (27) 3722-3247

A Defesa Civil Estadual mantém o auxilio aos órgãos municipais de proteção e defesa civil. No site da Defesa Civil Estadual (www.defesacivil.es.gov.br) o cidadão consegue acessar todos os contatos das defesas civis municipais. A solicitação para atendimento também pode ser feita diretamente via CIODES pelo número 193.

Orientações:

Ø Nesses casos, o mais importante é proteger a sua vida e de seus familiares. Encaminhe-se imediatamente para um lugar seguro;

Ø Fique atento a movimentações de terra. Trincas no chão, inclinação de cercas, postes e árvores podem indicar o início de um deslizamento. Abandone imediatamente sua casa e procure um local seguro;

Ø Se houver muita infiltração na casa e acontecer rachaduras nas paredes ou escutar algum barulho estranho, abandone sua residência;

Ø Tenha sempre em mãos os telefones da Defesa Civil de seu município;

Ø Em caso de emergências, ligue para o Corpo de Bombeiros. O telefone é o 193;

Ø Evite as áreas alagadas. Terrenos acidentados, buracos e bueiros abertos, assim como fiação elétrica exposta, podem causar acidentes graves;

Ø Ao término da enchente, busque orientação da Defesa Civil sobre o retorno para sua residência. É necessário limpar os locais atingidos por água e lama;

Ø Se a sua residência foi destruída durante a enchente, não retorne a construir no mesmo lugar, porque cedo ou tarde ocorrerá um novo desastre.

Fonte: Defesa Civil do ES (Boletim de Chuvas da Defesa Civil 01 – 11:00h 23/12/2013)

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome