Chora, Sacerdote!

2
341

Chora, Sacerdote!


“Chorem os sacerdotes, ministros do Senhor, entre o alpendre e o altar…”

Por Ezequiel Silva | Seara News

Estou preocupado com a enxurrada de mensagens de um só estilo e conceito que inundaram os nossos púlpitos. Se num dia, ouvirmos cinco pregadores, o estilo de mensagem é a mesma: prosperidade, vitória, Deus vai te levantar, ele vai derrotar os seus inimigos, e por aí segue. Vãs repetições, como declarou Jesus.

Preocupa-me que os ministros não queiram m…ais exortar o povo a obediência a Palavra de Deus, a atentar para a salvação, a buscar o arrependimento e o avivamento e a se preparar para a vinda de Cristo. Na verdade este tipo de pregação não traz pontos positivos e dividendos das ofertas e da vendas de materiais de mensagens.

Dizem que o povo não quer ouvir é isto! O povo quer ouvir é que Deus vai te curar, vai te levantar, vai jogar o que te persegue por terra. Ah, então vamos pregar o que o povo quer ouvir e não o que o Espírito quer falar a igreja?

Como se isso não bastasse, alguns fazem do púlpito um balcão de negócios, a lei da procura e da oferta: vou pregar aonde me oferecer mais… Mercenários que fazem da casa de Deus covil de ladrões. Em breve o azorrague de Cristo vem sobre os lombos deles e os ferirá. Mas, em tudo isto somos culpados que nos preocupamos com os negócios da vida eclesiástica e não buscamos de Deus o alimento necessário ao povo, aquele que salva a alma, sustenta o espírito e imuniza o corpo contra as doenças e os ataques diabólicos. Pelo contrário, entregamos os nossos púlpitos para os vendilhões e latoeiros que nada têm, nem para eles nem para a igreja.

É tempo de lamento! Sim, é tempo de os sacerdotes, ministros de Deus chorarem por um renovo, por restauração, pelo derramar da unção. O povo precisa ouvir mensagens substanciadas na Palavra de Deus. Colhidas no forno do Espírito Santo, com lágrima, orações e estudo da Bíblia. É tempo de chorarem pela miséria espiritual de muitos, a fome e sede da Palavra (Amós 8.1-14).

O profeta Joel exclama profeticamente aos ministros: Chorem os sacerdotes, ministros do Senhor, entre o alpendre e o altar… (Joel 2.17). Chora pregador, chora pastor. O povo está faminto. Chega de palha seca. Busquemos do Senhor um alimento orvalhado pelo poder do Espírito para entregarmos ao povo. Quem tem ouvidos ouça!

2 COMENTÁRIOS

  1. Maravilhosa mensagem, amei, se nós pregadores do evangelho tivéssemos esta atitude encima dos púlpitos, nosso evangelho seria imensamente melhor do que é hoje. as vezes ouço mensagens do passado de pregadores antigos, eram eloquentes sim, mas podíamos entender o que eles diziam, hoje o cara sobe no púlpito, arruma uma barulheira lascada, ninguém entende nada do que ele disse, mas quando ele termina, fala de modo pausivel e de maneira clara, tragam suas ofertas e seus dízimos. no mais, o que se entende da mensagem é gloria e batam palmas. quando ouço mensagens que se pregam hoje, me sinto um desviado do evangelho, deste evangelho de hoje. Gostei bastante do que li, pelo menos sei agora que se estou desviado, não o estou sozinho.

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome