Casas de cristãos foram destruídas na China
O ataque representa uma lei de gestão urbana que começou em Junho | Foto: Reprodução

Na China, na província de Fujian, autoridades coordenadas pelo Partido Comunista Chinês (PCC). destruíram algumas casas de cristãos. Aproximadamente, uma dúzia de casas pertencentes aos cristãos, em um local residencial onde havia uma igreja cristã, que ficou parcialmente destruída.

As autoridades eram compostas por funcionários e guardas chineses invadiram as instalações do prédio, e entraram repentinamente nas casas, para mandar embora aos proprietários e depois destruí-las.

Lei contra os cristãos

De acordo com Christian Concern, os atos foram feitos na quarta-feira passada por um grupo grande de funcionários cruéis.O acontecimento foi transmitido ao vivo na conta de um pregador cristão da Igreja XunsidingYang Xibo, mostrou na sua conta de rede social as agressões por parte das autoridades às pessoas.

O ataque representa uma lei de gestão urbana que começou a vigorar na China, em Junho de 2020, onde exigem destruir as igrejas cristãs e casas que possam ter algum tipo de relação com a construção religiosa. Para invadir os lares cristãos, o grupo não apresentou nenhum tipo de autorização e violaram a segurança física de uma pessoa idosa.  O fato ficou filmado no vídeo.

ONGs Cristãs

Outros cristãos na cena que tentavam prevenir foram bloqueados nas escadas e proibidos de avançar. Quando os funcionários questionaram por que entraram ilegalmente nos imóveis privados e demoliram as casas das pessoas, não tiveram resposta”, disse uma ONG cristã do país. Segundo Bitter Winter

Para que o governo chinês procure freneticamente aos cristãos, mesmo depois que suas igrejas foram fechadas, demonstra como o Pequim não tem interesse em respeitar a liberdade religiosa”, acrescentou Gina Goh, do CPI, ONG cristã.

O que o Partido Comunista Chinês não entende é que o cristianismo não será extinto só porque os prédios são insustentáveis. Quanto mais o governo enfraquece os direitos do povo chinês, mais inimigos cria nos seus territórios. Um dia, esta panela de pressão vai explodir, ameaçando o regime do Partido Comunista Chinês, cujo final tem medo”, continuou explicando.

Este é o pior ano de perseguição religiosa para a China, que está no topo dos piores países do mundo em questões de persecução da fé cristã de acordo com a Portas Abertas sediada nos Estados Unidos.


DEIXE UM COMENTÁRIO 
Siga Seara News no Twitter, no Facebook e Instagram
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui