Cristãos evangélicos perseguidos têm vitória em tribunal mexicano
Presos por causa da fé, Julio Cesar e Florecita foram soltos da prisão após abertura de processo contra líderes locais | Foto: Reprodução

Casal protestante foi preso em maio após se recusar a retornar à tradição católica. O extremismo religioso é uma forte fonte de perseguição no México

Um casal de cristãos evangélicos de uma comunidade rural no estado mexicano de Chiapas foi libertado depois que um advogado, contratado pela Portas Abertas, levou líderes locais ao tribunal por assédio religioso e perseguição contra eles.

Em maio último, o jovem casal Julio Cesar Hernandez (22) e Florecita Mariana Santiz Hernandez (15) foram presos na comunidade de Union, no município de Ocosingo, por se recusarem a abandonar sua fé cristã e se recusarem a ir à missa.

Na época, eles foram solicitados a pagar uma multa de 5.000 pesos mexicanos – cerca de 980 reais – e ameaçados de expulsão de sua própria comunidade se não renunciassem ao protestantismo.

No processo, o advogado contratado pela Portas Abertas argumentou que os costumes locais, que impedem as pessoas de professarem uma crença diferente da tradição católica, não podem estar acima da Constituição, que garante a todos os cidadãos mexicanos seus direitos e deveres.

As autoridades locais pediram agora ao advogado da Portas Abertas que abandone o caso, dizendo que estão dispostos a parar a perseguição e iniciar negociações com Julio Cesar e sua esposa Florecita em relação ao seu futuro na comunidade. Representantes da Portas Abertas no México consideraram isso como “uma vitória crucial, um sucesso total alcançado em menos de um mês”.

Leia também: Crianças cristãs são proibidas em escola mexicana

A Portas Abertas continuará trabalhando neste caso até que as autoridades locais concordem em parar o assédio e a perseguição ao casal. Julio Cesar foi preso antes e depois libertado, apenas para ser encarcerado novamente, pela segunda vez com sua esposa. Eles agora estão livres e esperando os resultados das negociações finais entre o advogado da Portas Abertas e as autoridades locais.

No México, várias religiões coexistem: o cristianismo é, de longe, a religião majoritária, mas também existem minorias religiosas, como a comunidade etno-religiosa (devido à grande população indígena), a comunidade muçulmana, judaica e budista. Embora o México seja um país predominantemente católico, a presença protestante está aumentando.

Informações de Portas Abertas
DEIXE UM COMENTÁRIO_____________________________
Siga Seara News no Twitter, no Facebook e Instagram
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui