Carta pública em agradecimento aos profissionais de saúde
O projeto foi coordenado por Rosa Mª López Posteguillo, enfermeira e presidente da Comissão de Bioética da Aliança Evangélica Espanhola. | Foto: Reprodução

Na Espanha, um grupo de evangélicos, escreveu uma carta aos profissionais da saúde, agradecendo-os pelo trabalho e continuidade dos cuidados aos seus pacientes durante a crise do coronavírus.

Na carta, o grupo de evangélicos começam, dizendo: nós escrevemos agora, depois do primeiro tsunami que devastou não somente a Espanha, mas o mundo inteiro. Fazemos isso, como um amplo apoio do grupo de cristãos evangélicos, em forma de reconhecer a dedicação dos profissionais da saúde com as vidas humanas. Por socorrer cada um dos pacientes que de alguma forma são encaminhados aos leitos dos hospitais.

Doença, que já deixou mais de 28.000 pessoas mortas no país. O projeto foi coordenado por Rosa Mª López Posteguillo, enfermeira e presidente da Comissão de Bioética da Aliança Evangélica Espanhola.

Alguns de nós são seus companheiros, que viveram, e ainda vivem, mais ou menos de perto a tremenda batalha que foi travada, conscientes do que isso significava e dos riscos assumidos”.

Outros experimentaram as consequências diretas (às vezes trágicas) da covid-19 na vida de nossa família, amigos ou até em nossas próprias vidas, sabendo que suas mãos e corações estavam sempre lá para nos ajudar”, acrescentam.

Heróis sem capa

Os autores da carta lembram que “os profissionais da saúde foram chamados de herói sem capa“. Pois tiveram que trabalhar em um cenário inimaginável e com sua dedicação, onde geralmente, os recursos  são escassos. Queremos expressar nossa profunda gratidão e oramos por cada um dos profissionais que dedicam suas vidas em favor de outras vidas.

Você também tomou nosso lugar ao lado de nossos parentes e entes queridos quando eles foram isolados; e nos ajudaram a nos comunicar com eles. Sabemos que é o seu trabalho, mas não incluiu dias úteis intermináveis ​​e cansativos, devido à falta de recursos”.

Os signatários da carta, “como representantes não oficiais das igrejas evangélicas em toda a Espanha, desejam expressar nossa profunda gratidão e dizer que temos orado por vocês e continuaremos a fazê-lo”.

Sabemos e experimentamos que confiar em Deus nos dá coragem, paz e esperança. Sempre precisamos ter esperança de viver, mas quando as circunstâncias são piores, é essencial. Nós nos comprometemos a continuar pedindo a Deus que renove sua força todos os dias. Seu trabalho invisível existiu e existirá além do coronavírus”, enfatizam.

Comprometimento e aplausos

Além disso, eles “como cidadãos, comprometem-se a defender um comportamento justo, trabalhista e humano em relação a vocês como trabalhadores da saúde, quando e onde o reconhecimento público termina, para que o reconhecimento não acabe sendo apenas fogos de artifício de uma noite de verão”.

Além dos aplausos, se essa onda de contágio termina ou não, acreditamos que qualquer trabalho, e especialmente o seu, merece tratamento justo. Você precisa ser tratado da mesma maneira que cuidou de tantas pessoas, além desses momentos de enorme visibilidade. Porque seu trabalho invisível existiu e existirá além do coronavírus”.

Os autores da carta concluem dizendo que “estão à sua disposição de todo o coração, e enviamos um abraço caloroso e nosso desejo de que Deus os abençoe”.


DEIXE UM COMENTÁRIO 
Siga Seara News no Twitter, no Facebook e Instagram
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui