Brasil se torna país com maior número de recuperados do novo coronavírus
Segundo a Universidade Johns Hopkins, o Brasil contabiliza 660.469 pacientes recuperados | Foto: CB ESTEVAM/CCOMSEx

O balanço, até às 15h desta quinta-feira (25), mostra o Brasil à frente dos Estados Unidos no ranking de recuperados, com 660.469 casos.

A pandemia do COVID-19 causou crises na saúde pública e nas economias sem precedentes. Nas próximas semanas e meses, testes virais para a presença de infecção por COVID-19, bem como testes sorológicos para anticorpos e imunidade em potencial serão críticos para medir a propagação da doença. 

Governos, empresas e famílias confiarão nos dados desses testes à medida que que se tornarem mais conclusivos e apresentarem uma possível cura para a doença. No entanto, atualmente, os dados de testes locais não estão disponíveis ao público e um conjunto abrangente desses dados – emparelhado com análises e orientações de especialistas – não existe em um só lugar. Essa iniciativa busca preencher essa lacuna.

Perdidas na confusão, estão os importantes insights (clareza súbita na mente) de saúde pública sobre o funcionamento ou a ação do vírus, e como os seres humanos respondem a essa nova situação. Para ajudar a melhorar a compreensão da dinâmica complexa de um surto emergente, a GHN (Global Health Now) procurou alguns dos especialistas em saúde global mais respeitados do mundo para suas rápidas verificações da realidade em questões-chave relacionadas ao surto.

E com base nas fontes cedidas pela OMS, as informações ficam mais consistentes, além disso, ajudam a mapear os rastros da pandemia ao redor mundo, embora não imprima os detalhes mais obscuros que não se pode medir, tais como tristeza e dor. Servem apenas como dados estatísticos.

Segundo as informações, o Brasil é o país com o maior número de recuperados do novo coronavírus, segundo Painel atualizado em tempo real pela Universidade Americana da Johns Hopkins (A Universidade Johns Hopkins é uma instituição de ensino superior privada e sem fins lucrativos, situada em Baltimore, Maryland, Estados Unidos). E, Os especialistas daquela universidade estão na vanguarda para uma resposta internacional para a Covid-19. São especialistas em saúde pública global, doenças infecciosas e preparação em emergências.

O balanço, até às 15h desta quinta-feira (25), mostra o Brasil à frente dos Estados Unidos no ranking de recuperados, com 660.469 casos. Os EUA têm 656.161 registrados. Rússia (374.557), Índia (271.697), Chile (219.327) e Itália (186.725) vêm logo abaixo

Ao todo, o mundo soma 4.782.910 pessoas recuperadas da Covid-19. São 9.491.799 casos confirmados e 484.092 vítimas fatais. De acordo com a universidade, os dados vêm de fontes como a OMS (Organização Mundial da Saúde) e autoridades de saúde de diferentes países.


DEIXE UM COMENTÁRIO 
Siga Seara News no Twitter, no Facebook e Instagram
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui