Bolsonaro é empossado presidente do Brasil e afirma: “nossa bandeira jamais será vermelha”

Bolsonaro é empossado presidente do Brasil e afirma: “nossa bandeira jamais será vermelha”
O presidente Jair Bolsonaro, durante discurso, com uma bandeira do Brasil na mão. Foto: Evaristo Sá/AFP

“O povo brasileiro começou a se libertar do socialismo, da inversão de valores, do gigantismo estatal e do politicamente correto”, disse o presidente Bolsonaro.

O cerimonial rumo ao Palácio do Planalto iniciou às 16h35. Após descer a rampa do Congresso ao lado dos presidentes do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), Jair Bolsonaro (PSL), ouviu novamente o Hino e passou as tropas em revista.

Às 17h01, após subir a rampa do Planalto acompanhado da primeira-dama, Michelle, do vice, Hamilton Mourão e da mulher dele, Paula, Jair Bolsonaro recebeu a faixa presidencial das mãos do agora ex-presidente Michel Temer (MDB).

Na Praça dos Três Poderes, milhares de pessoas se agitaram com a presença do novo presidente ao som de “o capitão chegou”, entre outros cantos. A primeira-dama também teve seu nome bastante exaltado pelos presentes e levou o público ao delírio ao quebrar o protocolo e fazer, em libras, um discurso próprio, direcionado a pessoas com deficiência auditiva.

Após subir a rampa do Planalto e ser anunciado pelo mestre-de-cerimônias como presidente da República, Jair Bolsonaro foi bastante aplaudido pelos convidados no salão nobre aos gritos de “mito”.

Em seu discurso, no parlatório, o presidente disse que este é um dia histórico por ser “o dia em que o povo brasileiro começou a se libertar do socialismo, da inversão de valores, do gigantismo estatal e do politicamente correto”. Agradeceu pelos votos recebidos dos eleitores: “Graças a vocês, eu fui eleito com a campanha mais barata da história. Graças a vocês, conseguimos montar um governo sem conchavos ou acertos políticos, formamos um time de ministros técnicos e capazes para transformar nosso Brasil. Mas ainda há muitos desafios pela frente”. Afirmou ter um grande trabalho a fazer pela frente e pediu a colaboração de todos. “Estou aqui para renovar nossas esperanças e lembrar que, se trabalharmos juntos, essa mudança será possível”, disse. “Temos uma grande nação para reconstruir e isso faremos juntos”, completou. Ele foi ovacionado quando movimentou no alto uma bandeira do Brasil, dizendo: “Essa é a nossa bandeira e jamais será vermelha. Só será vermelha se for preciso o nosso sangue para mantê-la verde e amarela”, disse o presidente Bolsonaro ao final de seu discurso.

Com informações de Uol e Correio Brasiliense

DEIXE UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome