A Bíblia é apenas um livro?

0
198

Bíblia SagragaPor Gerson Conrado Netto

Bíblia “é um termo com origem no Grego “biblion”, cujo significado é “rolo” ou livro”. Para o cristianismo, a Bíblia é um conjunto de livros pequenos escritos através da inspiração divina e que contém as doutrinas que orientam o comportamento dos cristãos.

A Bíblia como livro, tem seu autor, sua inspiração, seu personagem central e seus escritores. E sendo ela o principal e o maior livro de toda a história da humanidade, e Deus o seu autor, traz em si uma palavra revelada pela qual tem sua revelação através do Espírito Santo, mostrando a humanidade o poder criador, origens da criação e o objetivo pelo qual fomos criados. Tendo como tema central “A revelação de Jesus Cristo em busca do ser humano perdido” (Mateus 20.28).

A Bíblia inspirada por Deus é para mostrar ao homem os propósitos do Senhor para a nossa vida. Ela contém respostas às nossas perguntas e direção para nossas indecisões. Mas, nem todos conhecem a palavra de Deus e as maravilhas que ela nos revela.

Nela temos o passado, o presente e o futuro. A Palavra de Deus é para todas as pessoas, e todos são convidados a conhecer a maravilhosa graça de Deus. Não importa se você é evangélico, católico, espírita, ateu ou ainda de outra confissão religiosa. Como já dito antes que sendo a Bíblia o principal e o maior livro de toda a história da humanidade, ela descreve histórias de grandes reis como Davi e Salomão, as guerras entre o povo israelita e os povos inimigos de Deus, entre outros. Seu tema central é Cristo, o Deus feito homem.

Para fazer conhecido ao homem sua divindade e poder, a Bíblia nos revela também que o desejo de Cristo para com o homem, é que estejamos sempre junto a Ele, que após a glorificação da igreja continuaremos juntos com Ele, conforme João 14.1,3.

A Bíblia é um livro, uma história, um relato, a história de Deus. Por trás de 10.000 acontecimentos está Deus, o construtor da história, o autor dos séculos. Tendo a eternidade por limite de um e de outro lado, e o tempo no meio, o Gênesis marcando as origens e o Apocalipse o término, entre um e outro, Deus está operando! (Estudo Panorâmico da Bíblia).

Quando lemos um livro comum procuramos conhecer nele toda sua historia, principio, meio e fim, que rumo ou destino irá acontecer com cada personagem descrito nele. A Bíblia não pode ser lida de forma diferente, mas devemos procurar conhecer seu autor conforme descreve o profeta Oseias: “Conheçamos e prossigamos em conhecer o Senhor…” (Oseias 6.3), e também conhecer seu personagem central que é Cristo conforme descreve João: “Eu e o Pai somos um” (João 10.30).

A pesar de muitos terem a Bíblia com um livro comum, ela nunca falhou, e tudo o que nela está escrito, está se cumprindo, porque o seu autor afirma que Ele vela sobre sua palavra para fazê-la cumprir, conforme Jeremias 1.11,12.

Para muitos outros, a Bíblia contém a Palavra de Deus, porém, a Bíblia é a Palavra de Deus que apresenta o Deus revelado. A humanidade sem Cristo caminha a passos largos para abismo, mas, a Igreja do Senhor aguarda firmemente o seu arrebatamento acompanhando as profecias e os acontecimentos contidos neste livro chamado “Bíblia” muitas vezes ignorada e incompreendida, mas sua essência é a revelação de Deus.

Por que duvidar de um livro sagrado que aponta para um apocalipse final da terra e que cujo seu teor nunca falhou? Cremos ao pé da letra em estatutos e regimentos internos de associações e ONG’s, no Código do Consumidor, nos direitos constitutivos. A Carta Magna Federativa que é a Constituição Federal do País, nenhum de seus artigos e parágrafos pode ser ferido. Por ventura, está acima da Palavra de Deus – a Bíblia, como nossa regra de fé e conduta?

A Bíblia é o Livro dos livros. É a palavra dita e revelada da parte Deus ao homem, feito a sua imagem e semelhança.

A recomendação de Deus a Josué, após a morte de Moisés, foi a seguinte: “Ninguém te poderá resistir todos os dias da tua vida. Como fui com Moisés, assim serei contigo; não te deixarei, nem te desampararei. Não se aparte da tua boca o livro desta lei, antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido” (Josué 1.5,8).

A Bíblia é, na sua essência, um livro infalível e digno de toda aceitação. Pensemos nisto!

Pr. Gerson Conrado NettoGerson Conrado Netto
Pastor da Assembleia de Deus Ministério da Missão,
Jardim Inamar, Diadema-SP

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome