spot_img
spot_img
28.9 C
Vila Velha

Governo da Argentina inova ao financiar obras sociais de Igrejas Evangélicas

Estima-se que essa ação beneficiará mais de 36 mil pessoas em situação de vulnerabilidade.

EM FOCO

Paulo Pontes
Paulo Ponteshttps://www.searanews.com.br
Fundador e CEO da Seara News Comunicação, jornalista, cidadão vilavelhense, natural de Magé (RJ), pastor, teólogo (Teologia Pastoral e Catequética), presidente do Diretório da SBB-ES, autor do livro Você Tem Valor.

Em um marco histórico, o governo da Argentina decidiu apoiar financeiramente obras sociais realizadas por igrejas evangélicas em todo o país. O pastor Hugo Márquez, líder da Aliança Cristã de Igrejas Evangélicas da Argentina (ACIERA), dissipou o que chamou de falsa controvérsia da mídia relacionada à assistência oferecida pelos refeitórios evangélicos.

O Ministério Argentino de Capital Humano incorporou em seus programas nacionais e internacionais de apoio alimentar quase 1.000 refeitórios sociais vinculados a igrejas evangélicas em todo o país. O acordo foi confirmado no início de fevereiro, através da assinatura de um pacto entre a ministra Sandra Pettovello e as lideranças da Aliança Cristã de Igrejas Evangélicas da Argentina (ACIERA).

Conforme os termos do acordo, o governo disponibilizará uma primeira parcela de 177 milhões de pesos destinados à aquisição de alimentos para 723 cozinhas comunitárias distribuídas pelo país. Estima-se que essa ação beneficiará mais de 36 mil pessoas em situação de vulnerabilidade.

É importante ressaltar que o suporte estatal não se limita às cozinhas comunitárias ligadas a igrejas evangélicas, abrangendo também mais de 7.000 refeitórios sociais de outras instituições beneficentes. Para a ACIERA, esse passo representa um reconhecimento significativo do trabalho constante dessas instituições em prol da comunidade, muitas vezes negligenciado.

Hugo Márquez esclarece polêmica em torno do acordo

Após a formalização do acordo, algumas mídias acusaram Hugo Márquez, presidente da Confederação Evangélica Batista da Argentina (CEBA) e pró-secretário da ACIERA, de se beneficiar pessoalmente do acordo. Em resposta, Márquez assegurou em entrevista à Ciudad TV que a doação não será destinada à sua igreja em Neuquén, afirmando que ela não possui refeitório popular e não receberá nenhum financiamento.

Márquez classificou as alegações como “puramente políticas”, apontando que o vínculo tenta prejudicar sua filha, que é deputada pelo partido La Libertad Avanza (Avanços da Liberdade). “Isso é um ataque a ela, tentando desacreditar seu nome, seu sobrenome e a igreja a que pertence”, afirmou.

Reconhecimento institucional

O líder religioso explicou que nos últimos dois ou três anos, a ACIERA tem solicitado às denominações e igrejas que informem sobre a quantidade de cozinhas comunitárias em suas responsabilidades, totalizando 750. A instituição se comprometeu a garantir a transparência na distribuição dos recursos, informando detalhadamente o que foi adquirido e para quem foi destinado.

Márquez enfatizou que, embora seja a primeira vez que o trabalho da igreja evangélica é reconhecido dessa maneira, mas sempre foi feito. Ele concluiu afirmando que o acordo não representa uma aliança política com a igreja evangélica, repudiando acusações infundadas provenientes de grupos progressistas e da imprensa que, segundo ele, atacam o governo e buscam contaminar igreja evangélica.

Com Evangelical Focus

APOIE SEARA NEWS Clique AQUI!
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”
Baixe a Revista Seara News
- Publicidade -

LEIA MAIS...

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

LEIA TAMBÉM

ARTIGOS E DEVOCIONAIS

- Publicidade -
Suprema Contabilidade
- Publicidade -Anuncie em Seara News
- Publicidade -
Rádio Seara News