O governador Paulo Câmara (PSB) anunciou na quarta-feira (17) a reabertura dos templos no Estado de Pernambuco
Paulo Câmara (PSB), governador do Estado de Pernambuco | Foto: Youtube

O governador do Estado de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), anunciou nesta quarta-feira (17) a liberação para a reabertura de templos religiosos durante a pandemia do coronavírus, começando a valer nesta segunda-feira (22).

A reabertura dos templos é mais uma medida dentro do plano de reabertura gradual da economia no Estado após o Lockdown (imposição governamental de medidas sanitárias ou de segurança rígidas de isolamento social).

Esta medida não vale em 85 cidades do Agreste e Zona da Mata de Pernambuco que não mostraram tendência de queda no número de casos do novo coronavírus. ” As atividades religiosas têm um papel fundamental na sociedade. Elas realizam ações sociais relevantes e asseguram conforto espiritual, sobretudo em um momento tão difícil como o que estamos atravessando. Contudo, precisamos fazer essa retomada com consciência e a colaboração de todos”, explicou o governador.

Nessa última segunda-feira (15), cem dos 185 municípios de Pernambuco entram na quarta fase do Plano de Convivência das Atividades Econômicas que estavam paralisadas por conta da pandemia do novo coronavírus.

Os espaços destinados às celebrações religiosas devem respeitar algumas orientações durante este período para respeitar o afastamento físico entre as pessoas, adotando medidas de proteção e de distanciamento social. É importante ressaltar que pessoas do grupo de risco (idosos maiores de 60 anos, gestantes e pessoas com morbidez) e crianças menores de 10 anos devem permanecer em casa e acompanhar as celebrações por meios de comunicação como rádio, televisão, internet.

O uso de máscara continua sendo obrigatório durante todo o período em que as pessoas estejam fora de suas casas. Além disso, o governo orienta que os templos disponibilizem acesso fácil a “pias providas com água corrente, sabonete líquido e toalhas descartáveis, sempre que possível”.

Dentre as orientações lançadas pelo governo como medida de proteção, fica proibido o compartilhamento de materiais como bíblia, revista, rosário, jornais, e elementos de consagração de uso coletivo devem ser bloqueados. Lembrando que se faz extremamente necessário as medidas de distanciamento social.

Após a celebração, o local deve ser rigorosamente desinfetado, principalmente os mais tocados, como os bancos, maçanetas de portas e microfones. No vídeo de anúncio, o governador destacou ainda, que os templos devem funcionar com 30% de sua capacidade com distância mínima de segurança de (1,5 metro) entre os participantes, com exceção de integrantes da mesma família que residam juntos. Todos os ambientes devem ser mantidos preferencialmente abertos, arejados e ventilados, de forma natural.

Cartazes com orientações a respeito das medidas de prevenção e controle da Covid-19, bem como das regras para o funcionamento dos templos religiosos devem ser fixados em pontos estratégicos e visíveis às pessoas, devendo haver, também, compartilhamento destas por meio eletrônico como redes sociais.

Abaixo, segue a apresentação do governador do Estado de Pernambuco – Paulo Câmara (PSB) – dando as devidas orientações para a população, e os cuidados que todos devem tomar durante as reuniões públicas. Assista ao vídeo:


DEIXE UM COMENTÁRIO 
Siga Seara News no Twitter, no Facebook e Instagram
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui