Discipulado, sem ele a igreja não sobreviveria
(Foto: Reprodução Internet)

O curso de discipulado no Norte da África é oferecido desde 2011 e quase metade das igrejas locais o utilizam.

“Eu acho que se o discipulado não existisse, a igreja não sobreviveria com o tempo”. Essa é uma fala de Kabil*, cristão que vive em um país no Norte da África e coordena um curso para instrutores de discipulado nas igrejas.

“O conteúdo é baseado nas lições de Jesus, em princípios que devem acompanhar um cristão durante toda a vida. Não queremos repetir o mesmo erro da antiga igreja primitiva no Norte da África. Durante os séculos 1 e 2, fomos a fortaleza do evangelho, mas a noção de ensinar a fé e treinar discípulos foi negligenciada. Essa é a missão da igreja, construir pessoas ao invés de prédios”, explica.

Kabil está muito animado com o curso, já que ele mesmo foi beneficiado por isso. “Graças a esse curso, descobri muitas coisas e minha vida mudou. Antes disso, houve momentos em que quis deixar a Cristo por ver problemas na liderança e nas pessoas em geral. Desde que começamos o programa, pessoas mudaram. Deus as transformou e agora elas também são responsáveis. Estou motivado porque vejo o agir de Deus por meio delas”, compartilha.

Pessoas que fizeram o curso, agora são pastores. Pessoas isoladas, tímidas, que eram rejeitadas, agora floresceram. Kabil não apenas ensina, mas também encoraja os cristãos a prosseguir.

O discipulado é utilizado em muitas igrejas locais

O curso de discipulado é oferecido na região desde 2011 e quase metade de todas as igrejas usam o programa. Todas têm seus próprios instrutores, que, atualmente, chegam a 350 na região.

O conteúdo do curso é dividido em três partes. O primeiro ensina os princípios básicos de ser discípulo. O segundo é sobre ser discípulo na igreja e o terceiro sobre servir na igreja e na sociedade.

Os líderes da igreja local estão no comando das aulas. “Ensinar, comunicar e ver pessoas crescendo na fé é o que me motiva. Estou aqui hoje porque amo fazer isso, amo ajudar pessoas e vê-las florescer”, conta.

No começo, Kabil treinava os membros da igreja, depois, passou a focar no treinamento de instrutores.

“Eu ia a diversas igrejas e casas e toda vez tinha muitos grupos. Eu não podia suprir todas as necessidades. Então, Deus me mostrou que eu deveria treinar instrutores para cada grupo. Ele me mostrou a quem poderia confiar a missão. Essas pessoas ensinam atualmente e desenvolvem o programa em suas próprias igrejas”, explica.

O Norte da África está mudando desde que a Primavera Árabe se tornou manchete, em 2010. Kabil espera mudanças que sejam positivas para a igreja.

“Eu diria que a sociedade pode mudar a opinião sobre a igreja e que isso depende de nós. Depende de nosso comportamento, habilidade de mudar e qualidade de vida. Isso é capaz de influenciar a sociedade”, afirma.

Capacite cristãos para enfrentarem qualquer situação

Você pode ajudar! Sua doação possibilita que um cristão em um dos países do TOP 10 receba treinamento bíblico. Por meio de estudos da Bíblia, o corpo de Cristo se fortalece, estando preparado para viver a vida cristã em qualquer situação.

*Nome alterado por segurança.

DEIXE UM COMENTÁRIO
Siga Seara News no Twitter, no Facebook e Instagram
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”
.
Seara News 25 anos

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui