A copa das manifestações

3
22

Copa e Protestos

O que a copa tem a ver com os recentes manifestos no Brasil?

A Copa das Confederações e as Manifestações no Brasil

Uma das frases que pude ver nas passeatas era: “Nós não queremos Copa”. O povo está consciente que circo não enche barriga, o espetáculo acabou…

Por Robson Aguiar | Seara News

Tenho acompanhado atentamente pela rádio, tv, jornal e internet os últimos acontecimentos que eclodiram em todo o Brasil, falo do movimento Passe Livre. Em principio iniciou-se em São Paulo, e o motivo teria sido o aumento da passagem do transporte coletivo, mas, depois de irem às ruas e pedirem que os que estivessem em suas casas também saíssem e participassem do manifesto, o pedido foi atendido e a manifestação recebeu apoio de uma multidão de pessoas, não só na cidade paulista, mas, em outras cidades de São Paulo, Rio, Pernambuco, Mato Grosso do Sul, Pará, Ceará, Bahia, Rio Grande do Sul e em todo o País.

Ocorre que apesar do MPL estar reivindicando a anulação do aumento de passagens, os demais que aderiram ao protesto tinha dezenas de outras reclamações, e embora o Movimento Passe Livre tenham sido atendidos em seu pleito inicial e terem após essa vitória até ensaiado uma saída do movimento depois voltando atrás, as passeatas continuaram e não tem data para pararem.

Mas, porque as pessoas continuam nas ruas? O que querem? Quais suas reivindicações?

Bem, não é preciso ser um gênio da política para saber, basta olhar para um, dos vários temas do protesto, a Copa das Confederações e do Mundo. Imaginem que foi descoberto que essa Copa está custando três vezes mais do que os das Copas anteriores, cerca de 30 bilhões de reais. Só o estádio Mané Garrincha pode chegar a 2 bilhões de reais, isso, em Brasília, um estado sem tradição no futebol, cuja as três maiores torcidas juntas não enchem o estádio. Imaginem que foi prometido ao povo, que os gastos nos estádios seriam da iniciativa privada, mas, na prática está saindo dos cofres públicos. Isso mesmo, você está financiando uma Copa, cujo lucro vai para uma instituição de fora do País (FIFA), e que você não poderá entrar porque os ingressos são muito caros. Os que freqüentarão os estádios têm um poder aquisitivo considerado, ou seja, os ricos desse e de outros países. A Presidenta tentou se justificar dizendo que o dinheiro foi emprestado, ela só esqueceu de dizer o juros e a forma de pagamento. Certamente nunca houve na história desse país um empréstimo com juros tão baixo e parcelado em tantas vezes a começar apagar sabe-se lá quando. Mas, acrescento ainda que foram empreiteiras que receberam esse empréstimo, sim, nossos impostos financiaram os ricos empreiteiros desse país. Como se eles precisassem. É como alguém te dá um mercado cheio de mercadorias para do lucro certo, você começar a pagar, entende? Sem contar que Dilma ainda citou que os estados também vão pagar os empréstimos que fizeram, quer dizer, dinheiro público pagando dinheiro público.

Uma das frases que pude ver nas passeatas era: “Nós não queremos Copa”. O povo está consciente que circo não enche barriga, o espetáculo acabou, até porque nesse preço, temos o pão, mas, não temos o circo.

Se a FIFA levar a Copa para outro país, nos fará um grande favor. Sabemos, porém, que isso a essa altura do campeonato vai trazer prejuízo, mas, quem já está no chão diz o ditado, não tem mais para onde cair.

Não concordo com badernas e ações violentas no manifesto, apesar que a história mostra que em todas as revoluções aconteceram algum tipo de violência, mas, defendo que a luta é legítima, as reivindicações são procedentes e no que toca a mim, ajudarei da minha forma escrevendo o que vejo, escuto e penso.

Poderia falar de outros temas, mas, vamos deixar para outra oportunidade. Por enquanto reflita sobre o assunto e tire as suas próprias conclusões.

Robson Aguiar, pr.

Fontes: CBN, TV Câmara, TV Senado, Jornal do Comércio, Diário de Pernambuco, Folha de Pernambuco, Folha de São Paulo, UOL.

3 COMENTÁRIOS

  1. Só para efeito de conhecimento, a primeira manifestação foi em Natal RN. Foi anunciado no jornal da Globo de meia noite, assim outros estados inclusive São Paulo, Rio de janeiro e etc., também fizeram com bem maior participação em virtude de ter uma maior população.

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome