22.2 C
Vila Velha

A Autoridade da Bíblia

EM FOCO

Manoel Coutinho Pimentel Júniorhttps://searanews.com.br
Bacharel em Teologia, formado pela Escola de Educação Teológica das Assembleias de Deus – EETAD, Pastor Auxiliar da Assembleia de Deus da Graça – Ministério Ibes - ADIBES, Vila Velha, ES. Atuou como Superintendente da Escola Bíblica Dominical do Campo ADIBES por 19 anos, onde foi reconhecido em três matérias na revista Ensinador Cristão, CPAD. Atualmente é professor da Escola Dominical, possui um canal no YouTube chamado EBD VIVA com o Pastor Júnior Pimentel, nome pelo qual é conhecido.

“A Supremacia das Escrituras: a Inspirada, Inerrante, e Infalível Palavra de Deus”

“Bem-aventurados os que trilham caminhos retos e andam na lei do Senhor”  (Sl 119:1)

É com imensa alegria que iniciamos mais um ano, e com ele mais um abençoado trimestre, onde vamos estudar sobre a Autoridade da Bíblia. Agradeço ao diretor do Portal Seara News, pastor Paulo Pontes, pela oportunidade de estarmos aqui semanalmente trazendo para os nossos leitores subsídio para as lições bíblicas da Escola Dominical.

De janeiro a março estudaremos treze lições bíblicas e nos deleitaremos neste pentecostal aprendizado, desta feita, compreendendo a Supremacia das Sagradas Escrituras, a saber a Bíblia. Sua supremacia na fé cristã, sua autoridade, inspiração e inerrância, além de obtermos ensinamentos para colocar estas verdades práticas em nossa vida aqui neste Planeta, onde nos aperfeiçoamos por meio da santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor. (Hb 12:14).

O comentarista das lições que norteiam os ensinos deste Trimestre é o pastor Douglas Baptista Presidente do Conselho de Educação e Cultura da CGADB.

Só por meio da fé, podemos desfrutar as maravilhas que existem nas Santas Escrituras, pois a fé vem pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus (Rm 10:17). Ao buscamos entender sobre a Autoridade da Bíblia, necessário se faz, ressaltar que o seu autor é o nosso Eterno Deus. Nós, a Igreja de Cristo, não temos outro manual de fé e prática a não ser a Bíblia. A nossa proposta neste início de ano é aprofundar meditando na Origem da Bíblia, apontar as evidências de sua autenticidade e abordarmos sobre a mensagem Bíblica.

A palavra chave da lição de hoje é: AUTORIDADE [Do lat. auctoritatem, império, mundo, poder, jurisdição, do gr. bíblia, livros]. Poder absoluto e inquestionável reivindicado, demonstrado e sustentado pela Bíblia em matéria de fé e prática. Tal autoridade advém-lhe do fato de ela ser inspirada, inerrante e infalível Palavra de Deus, conforme o Dicionário Teológico Ed. Revista e Ampliada.

Já no texto bíblico de Salmos 119, em sua primeira estrofe, texto base da lição de hoje, à guisa de informação este Salmo é um acróstico, uma composição cujas letras iniciais no sentido vertical, formam os versículos, e se referem a excelência da Lei do Senhor e a felicidade daquele que a observa. Inicia na primeira letra grega Álefe e vai até Tau (22 estrofes) e traz uma das palavras: Lei, Estatuto, Ordenança, Juízo, Preceito, Palavra e Testemunho em seus versículos. Este poema abençoadíssimo não sabemos quem escreveu, não importa, se foi Esdras ou Jeremias, o que verdadeiramente importa é que este acróstico só pela inspiração divina foi possível o registro, e, este chegar até nós.

A ORIGEM DA BÍBLIA

A essência de Deus é a comunicação, e sempre ao longo da história humana ele se comunicou com o homem. Por mais de mil anos Deus Se revelou ao homem oralmente, entretanto, o lugar por excelência que Ele escolheu para falar conosco é por meio das Sagradas Escrituras. A iniciativa é dEle, João 1:1 nos diz que “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus” (Jo 1:1).

Então, Ele além das Escrituras se manifestou aos homens através de seu filho Jesus, como vimos, a Palavra Viva. Toda escritura é Cristocêntrica, e nos relata que Deus falou ao homem de diversas maneiras, pelos profetas e por Jesus filho de Deus (Hb 1:1). A criação veio por meio da Palavra e Ele nos deixou o compêndio sagrado, que revela o Seu caráter, e nos apresenta um manual de instrução para alcançarmos a vida eterna.

A Bíblia traz o seu primeiro livro dos 66 contidos nela. Segundo a Bíblia de Estudo Pentecostal, pg. 28, O livro de Gênesis, que em hebraico deriva da primeira palavra do libro: bereshith “no princípio”, nos revela com exatidão a criação, os começos da história da humanidade e a origem do povo hebreu, bem como o concerto entre Deus e os hebreus através de Abraão e os demais patriarcas.

Abrimos um parêntese para trazer estatística sobre a Bíblia. A população de nosso Planeta em 2021 atingiu um total de 7,9 bilhões de pessoas. A Bíblia já foi traduzida até o acesso wicliffe.net, em 20/12/21, para 717 idiomas, cerca de 5,75 bilhões de pessoas que possuem a Palavra de Deus completa, os 66 livros traduzidos, que em termos percentuais aproxima-se de 80% da população mundial.

A construção teológica iniciada por Martinho Lutero deu origem a um princípio conhecido como Cinco Solas:

Sola Fide (somente a fé),
Sola Scriptura (somente a Escritura),
Solus Christus (somente Cristo),
Sola Gratia (somente a graça) e
Soli Deo Gloria (glória somente a Deus).

Este homem de Deus, protestou dentre outras coisas, contra a ideia na época que somente os líderes da igreja pudessem ler a Palavra de Deus. O acesso deveria ser socializado.

As 95 teses espalharam-se com rapidez pela Europa por conta da imprensa (criada em 1430 por Johann Gutenberg), a qual permitia a cópia e a impressão de livros em uma velocidade inédita para a época. Com isso, as ideias de Lutero propagaram-se e conquistaram seguidores em toda a Europa e a Palavra de Deus seguiu vitoriosa.

No Novo Testamento o Apóstolo Paulo escrevendo aos Coríntios em sua segunda carta (2 Co 2:13) nos assevera: “As quais também falamos, não com palavras que a sabedoria humana ensina, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais”.

O profeta Samuel escreveu a lei do reino e a depositou diante do Senhor (1 Sm 10:25). Como aprendemos no terceiro trimestre do ano passado, no tempo do rei Josias, o livro da lei do Senhor, foi encontrado no Templo e reconhecido pelo rei, pelos sacerdotes, pelo povo, pelas autoridades e pelos anciãos (2 Rs 22:8-20). Do Livro encontrado os copistas, tiraram cópias, (Dt 17:18-20).

Os profetas registraram as profecias em pergaminhos e graças a estes registros a palavra de Deus foi sendo produzida para nós durante 1600 anos por 40 autores inspirados. As suas palavras a escrito, Jr 36:32, e eram familiarizados reciprocamente com os seus escritos que os citavam como padrões autorizados, Is 2:2-4; Mq 4:1-3. No Salmo 19:7 lemos: “A lei do Senhor é perfeita, e refrigera a alma; o testemunho do Senhor é fiel, e dá sabedoria aos símplices”. Glória a Deus!

A maneira mais preciosa que podemos aprender a Bíblia é pedir ao Espirito Santo, seu autor, que nos revele os segredos contidos nela. (Dn 2:22).

EVIDÊNCIAS DA AUTENTICIDADE DA BÍBLIA

O Cânon Sagrado que deriva da palavra grega Kanon, de “cana” instrumento de medida usada nos tempos bíblicos.  Nós cremos na Teoria da Inspiração Plenária da Bíblia, ou seja, que a sua inspiração divina foi dada pela ação sobrenatural do Espírito Santo como um sopro sobre os escritores da Lei do Senhor, capacitando-os a escrever e a transmitir a mensagem divina sem qualquer erro: “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça” (2 Tm 3:16).

A Escritura Sagrada nos foi dada por Deus e ele mesmo cuidou dela para que chegasse até nós e foi cuidadosamente vigiada, salva dos ataques do inimigo, das fogueiras, das artimanhas do inimigo de nossas almas porque Deus vela pela sua Palavra (Jr 1:12). Para exemplificarmos como Deus tem um zelo por ela observamos que dez mandamentos escritos em tábuas de pedra, e que eram a primeira constituição de seu povo, a saber, povo de Israel, foram guardados na arca, (Ex 40:20).

As Escrituras Sagradas são autênticas, e nelas estão cravadas o Antigo Testamento e o Novo Testamento.

a) Antigo Testamento:

– a Lei – Genesis, Êxodo, Números e Deuteronômio;

– os Livros Históricos: Josué, Juízes, Rute, 1 e 2 Samuel, 1 e 2 Reis, 1 e 2 Crônicas, Esdras, Neemias e Ester;

– os Livros Poéticos: Jó, Salmos, Provérbios, Eclesiastes e Cantares de Salomão, e

– os Livros Proféticos: Isaías, Jeremias, Lamentações, Ezequiel, Daniel, Oseias, Joel, Amós, Obadias, Jonas, Miqueias, Naum, Habacuque, Sofonias, Ageu, Zacarias e Malaquias.

b) Novo Testamento:

– os Evangelhos: Mateus, Marcos, Lucas e João;

– um Livro Histórico: Atos dos Apóstolos;

– as Epístolas: Romanos, 1 e 2 Coríntios, Gálatas, Efésios, Filipenses, Colossenses, 1 e 2 Tessalonicenses, 1 e 2 Timóteo, Tito, Filemom, Hebreus, Tiago, 1 e 2 Pedro, 1, 2 e 3 João e Judas, e

– o Livro da Revelação: Apocalipse.

Jesus aprovou a Bíblia, ele além de orar, dialogar com os homens, curar enfermos, salvar um ladrão quando estava morrendo na cruz pelos nossos pecados, em seu ministério aqui na terra, afirmou que as Escrituras são a verdade (Jo 17:17). Ele viveu em concordância com elas (Lc 18:31).

Jesus também declarou que o Rei Davi falou por intermédio do Espírito Santo (Mc 12:36). Leiamos a última referência que Jesus fez das Escrituras registrado no Evangelho de Lucas 24.44: “E disse-lhes: São estas as palavras que vos disse estando ainda convosco: Que convinha que se cumprisse tudo o que de mim estava escrito na lei de Moisés, e nos profetas e nos Salmos”. Neste tempo o Novo Testamento ainda estava sendo formado até o encerramento com João na Ilha de Patmos que traz para nós o último dos 66 livros, o Apocalipse, a Revelação sobre as últimas coisas, ou seja, uma revelação do futuro (Ap 1.1,19), uma profecia (Ap 1:3, 22:7, 10,18, 19) e um conjunto de sete cartas ((Ap 1:4,11; 2:1 a 3:22).

Em João 7:16,17, o nosso Salvador afirma que a Doutrina dEle não era dEle e sim do Pai e asseverou que se alguém quiser fazer a vontade do Senhor, pela mesma Doutrina, (em outras traduções ensino) conhecerá se ela é de Deus.

Em Romanos 8.16, lemos que o Espírito Santo testifica com o nosso espírito que somos seus filhos e também testifica que a Bíblia é a Palavra de Deus.

O comentarista das lições nos traz diversas citações de profecias e seus cumprimentos e vamos transcreve-las aqui:

a) Nascimento virginal de Cristo

Isaías profeta Messiânico, 700 anos antes do nascimento de Cristo.

Profecia: “Portanto o mesmo Senhor vos dará um sinal: Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, e chamará o seu nome Emanuel” (Isaías 7:14).

Cumprimento: “Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, E chamá-lo-ão pelo nome de EMANUEL, Que traduzido é: Deus conosco” (Mateus 1:23).

b) A morte de Jesus na cruz

Profecia: “Pois me rodearam cães; o ajuntamento de malfeitores me cercou, traspassaram-me as mãos e os pés” (Sl 22:16).

Cumprimento: “Porque isto aconteceu para que se cumprisse a Escritura, que diz: Nenhum dos seus ossos será quebrado” (João 19:36).

c) O local da sepultura

Profecia: “E puseram a sua sepultura com os ímpios, e com o rico na sua morte; ainda que nunca cometeu injustiça, nem houve engano na sua boca” (Isaías 53:9).

Cumprimento: “E, vinda já a tarde, chegou um homem rico, de Arimatéia, por nome José, que também era discípulo de Jesus. Este foi ter com Pilatos, e pediu-lhe o corpo de Jesus. Então Pilatos mandou que o corpo lhe fosse dado. E José, tomando o corpo, envolveu-o num fino e limpo lençol, E o pôs no seu sepulcro novo, que havia aberto em rocha, e, rodando uma grande pedra para a porta do sepulcro, retirou-se” (Mateus 27:57-60).

d) Sua gloriosa ressurreição

– Profecia: “Pois não deixarás a minha alma no inferno, nem permitirás que o teu Santo veja corrupção” (Salmos 16:10).

Cumprimento: “Ele não está aqui, porque já ressuscitou, como havia dito. Vinde, vede o lugar onde o Senhor jazia” (Mateus 28:6).

Imaginemos se reuníssemos 40 autores em épocas diferentes, em lugares diferentes, isolados uns dos outros e sem comunicação… jamais teríamos um conjunto uniforme e perfeito. A Bíblia foi escrita assim, como lemos acima em Salmo 19:7. A perfeita harmonia da Bíblia, é pura para a mente humilde e sincera.

MENSAGEM DA BÍBLIA

Uma verdade absoluta é que no mundo inteiro, qualquer crente ao ler a Bíblia, recebe a mensagem como se esta fosse direcionada exclusivamente para si. Ela não precisa ser atualizada, ela é atual, verdadeira, fonte inesgotável de todo conhecimento. Conforme está registrado em Tiago 3:17: “Mas a sabedoria que vem do alto é antes de tudo pura; depois, pacífica, amável, compreensiva, cheia de misericórdia e de bons frutos, imparcial e sincera”.

Sabemos que as escrituras são de ordem divina e que a Palavra de Deus é poderosa, pois penetra até o ponto de dividir a alma e espírito, além das juntas e medulas, e mais, julga os pensamentos e as intenções do coração do homem (Hb 4:12). Ela é autoridade infalível em matéria de fé e prática e que nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas por homens inspirados por Deus (2 Pd 1:21) cujo alvo principal é levar-nos à redenção em Jesus Cristo pelo amor incondicional do próprio Deus enviando o seu filho para morrer por nós (Jo 3:16).

O primeiro credo Das Assembleias de Deus é: “Cremos na inspiração divina verbal e plenária da Bíblia Sagrada, única regra infalível de fé e prática para a vida e o caráter cristão” (2 Tm 3:14-17).

A Declaração de Fé das Assembleias de Deus, nos traz um tesouro maravilhoso sobre a Mensagem da Bíblia, o qual transcrevemos aqui: “A Bíblia é, portanto, a mensagem clara, objetiva, entendível, completa e amorosa de Deus, cujo alvo principal é, pela persuasão do Espírito Santo, levar-nos à redenção em Jesus Cristo. Nós a interpretamos sob a orientação do Espírito Santo, observando as regras gramaticais e o contexto histórico e literário. A Bíblia fornece-nos, ainda, o conhecimento essencial e indispensável à nossa comunhão com o Pai Celeste e com o nosso próximo. Assim sendo, não necessitamos de uma nova revelação extraordinária ou pretensamente canônica para a nossa salvação e o nosso crescimento espiritual. O próprio Deus ordena que conservemos íntegra a sua Palavra: “Nada acrescentareis à cotidiana palavra que vos mando, nem diminuireis dela, para que guardeis os mandamentos do SENHOR, vosso Deus, que eu vos mando” (Dt 4:2). O livro de Provérbios reafirma a inteireza e a pureza da Bíblia Sagrada: “Toda palavra de Deus é pura; escudo é para os que confiam nele. Nada acrescentes às suas palavras, para que não te repreenda, e sejas achado mentiroso” (Pv 30:5,6). No encerramento do cânone divino, o Senhor Jesus chancela a integridade e a completude da Bíblia Sagrada: “Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes Que Deus os abençoem e tenham um feliz ano novo na presença do Senhor! Acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro; e, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte da árvore da vida, e da Cidade Santa, que estão escritas neste livro” (Ap 22:18,19)”.

Ao concluir este subsídio, ressaltamos a importância de estudarmos a palavra de Deus, conforme os irmãos bereanos, eles além de receber a palavra, examinavam as Escrituras diariamente averiguando nelas o que era ensinado por Paulo e Silas (At 17:10,11). Como eles, nós devemos ser, meditar neste tesouro maravilhoso, cuidando ter nela a Vida Eterna (Jo 5:39).

Bibliografia

– CLAUDIONOR, Correia de Andrade, Dicionário Teológico: 26 Ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2006.
– Bíblia de Estudo NAA, Barueri, Sociedade Bíblica do Brasil, São Paulo, 2018;
– Ensinador Cristão, Ano 23, nº 88, Rio de Janeiro: CPAD, Jan/Mar 2022;
– Declaração de Fé das Assembleias de Deus, 11ª impressão, Rio de Janeiro: CPAD, 2021;
– Doutrinas Bíblicas: Introdução a Teologia, EETAD, 4ed, São Paulo: 2003;
https://www.wycliffe.net/pt-br/recursos/estatisticas/ Acessado em 20-12-21 00h:09.


DEIXE UM COMENTÁRIO
Siga Seara News no Twitter, no Facebook e Instagram
“O primeiro portal cristão no Estado do Espírito Santo”
Se encontrou algum erro, deseja sugerir uma pauta, ou falar conosco. Clique aqui!
- Publicidade -

LEIA TAMBÉM

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -
www.AutoPECAS-online.Pt

LEIA TAMBÉM