Feliciano Amaral está internado em Hospital de Porto Velho (RO)

0
111

Feliciano Amaral está internado em Hospital de Porto Velho (RO)
Feliciano Amaral entrou para o Guinness Book como “o cantor evangélico que está a mais tempo em atividade no mundo”

O pastor e cantor está sob cuidados e família pede oração

A cantora Josely Scarabelli, conhecida como a “Soprano Inigualável”, membro da Igreja Batista em Lins, no Rio de Janeiro, nesta quarta-feira (22) publicou em seu perfil no facebook, que o cantor e Feliciano Amaral, com 97 anos de idade, encontra-se, desde a última sexta-feira (17/11), internado no Hospital das Clínicas em Porto Velho (RO).

Com permissão das filhas do cantor (Dilse e Delse), Josely compartilha a notícia dizendo que Feliciano Amaral está recebendo os cuidados necessários para sua saúde debilitada, e pede orações a seu favor: Vamos orar por Feliciano, que seja feita a Vontade de Deus em sua vida. Que Deus aumente as suas forças e que a Paz do Pai esteja sobre ele. Oremos por sua esposa Rubenita e por todos os familiares”.

No início da tarde desta quinta-feira (23), Dilse Rocha publicou uma foto com o pai, no hospital, informando ao familiares e amigos que Feliciano acordou bem melhor, conversando, com lucidez. “Depois da tempestade, depois de muitas orações, Deus nos dá a bonança. Bendito seja Deus!” comentou Dilse no post. Agradeceu a todos que estão orando por seu pai, e disse que a família está muito feliz por sua melhora e confiante na recuperação. Ela pede a todos que que continuem orando.

Feliciano Amaral que também pastoreou várias igrejas, inclusive a Primeira Igreja Batista da Pavuna (RJ), onde foi seminarista, é o mais antigo cantor evangélico em atividade no mundo, por isso, Josely entende que ele deveria ser considerado “Patrimônio da Música Evangélica no Brasil”, que ficou conhecido como Rouxinol do Sertão, tendo participado da famosa cruzada do pastor norte-americano Billy Graham, no Rio de Janeiro, em 1974 no estádio do Maracanã.

Como cantor evangélico iniciou a carreira no ano de 1948, e está no Guinness Book como “o cantor evangélico que está a mais tempo em atividade no mundo”. No meio evangélico, depois de Feliciano Amaral atuando como cantores vieram Luiz de Carvalho (gravando o 1º LP evangélico em 1958, intitulado “Musical Boas Novas”), Edgar Martins (in memoriam), Josué Barbosa Lira (in memoriam), Victorino Silva, dentre muitos outros pioneiros da música evangélica. Interpretou canções como: “Oração de Davi”, “Céu aberto”, “O mar”, “Ao Meu Redor”, “O Rosto de Cristo”, “Rio Profundo”, “Sou Filho do Rei”, “O Jardim de Oração”, entre outras. Um reconhecimento público chegou em 2003, quando aos 83 anos foi homenageado pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome

14 − 8 =