Home / Brasil / Caos na segurança do Estado do Espírito Santo vira capa dos principais jornais do mundo

Caos na segurança do Estado do Espírito Santo vira capa dos principais jornais do mundo

Caos na segurança do Espírito Santo vira capa dos principais jornais do mundo
O britânico The Guardian noticiou com o título “Brasil envia 200 soldados para controlar violência letal provocada por greve policial” – a crise na Segurança do Espírito Santo.

Sites e jornais de todo o mundo classificam a “greve da PM” como ilegal, destacam a quantidade de mortos e a paralisação do transporte público

Pedro Permuy
pvarga@redegazeta.com.br

“Bem-vindo a Vitória, uma cidade do sudeste brasileiro que agora é palco de um pesadelo criado por uma onda de criminalidade que já matou mais de 70 pessoas num espaço de dois dias”. É com essa frase que o jornal australiano News estampou sua manchete “Greve da polícia no Brasil: ruas da morte: enquanto a anarquia e o caos governam”.

Com pouca inserção na mídia internacional, as informações que têm circulado sobre Vitória e o Espírito Santo na imprensa de todo o mundo contrastam bastante com seu título de uma das melhores capitais para se viver. Desde o início da semana, o Espírito Santo também tem figurado repetidamente nas capas dos principais veículos de comunicação do mundo.

Jornais impressos e online têm destacado o número de mortes que o Estado soma e o envio de tropas nacionais para o Espírito Santo. Na manhã desta quinta-feira (9), alguns veículos internacionais também avaliaram que o caos em que se encontra a segurança capixaba pode se alastrar para outras regiões brasileiras; que a situação que o Estado vive é uma anarquia; e que a decisão da Justiça surte pouco efeito, frente ao descumprimento de recente determinação por parte da polícia.

O News, da Austrália, ainda afirmou que “a polícia abandonou o trabalho, a taxa de homicídios da cidade subiu e a ilegalidade governa”.

Caos na segurança do Espírito Santo vira capa dos principais jornais do mundo
The Wall Street Journal

“O caos incha com greve da Polícia em estado do Brasil”. É assim que o The Wall Street Journal definiu as consequências da “greve da PM” no Espírito Santo. Nesta quinta-feira (9), uma foto de Vitória foi publicada no destaque da capa do periódico americano.

O jornal ainda alertou para o que essa paralisação no Estado pode causar para o Brasil: “violência e saques provocados por uma greve policial no estado do Espírito Santo, no Brasil, continuaram pelo quinto dia consecutivo na quarta-feira (8), levantando preocupações de que o caos pode se espalhar para outras regiões do País, ameaçando medidas de austeridade do governo”.

O britânico The Guardian noticiou com o título “Brasil envia 200 soldados para controlar violência letal provocada por greve policial” – a crise na Segurança do Espírito Santo. Na matéria, o jornal frisa: “a paralisação da lei em um estado lutando com um déficit orçamentário é o exemplo mais recente de como as finanças públicas esgotadas, em meio à pior recessão do País, estão paralisando até mesmo os serviços básicos de saúde, educação, e segurança”.

Já o jornal El Comercio, do Peru, afirma que as lideranças do movimento que impede os policiais militares de trabalhar buscam uma reunião com o governador licenciado, Paulo Hartung, já que o encontro entre elas e alguns deputados foi fracassado. O site frisou que o Estado está desprotegido e salientou a quantidade de mortes alta em um período de tempo curto.

O árabe Al Jazeera afirma que “Estado brasileiro enfrenta caos mortal em meio à greve policial”. Ele destaca que muitas pessoas têm se preocupado com a situação econômica do Espírito Santo, citando que o cálculo dos prejuízos chega a R$ 90 milhões para os negócios capixabas, incluindo a depredação de centenas de lojas. Apesar da afirmação, o jornal cuja sede é no Catar diz que o governo está demandado, ainda, para fornecer estatísticas oficiais sobre crimes.

Segundo o americano Miami Herald, o Governo do Estado pede mais soldados para combater a violência. “Um governador brasileiro disse que precisa de mais homens para cooperar com a segurança do Espírito Santo”. O jornal também expõe a falta de ônibus na Grande Vitória. “Ao menos dois ônibus foram depredados e, depois de voltarem a circular, nesta quinta-feira (9) já estão guardados novamente”.

O Deutsche Welle, jornal alemão, estampou em seu título “Ataque policial mergulha o Estado brasileiro em ilegalidade”. A matéria, publicada no site do veículo europeu, afirma que o Espírito Santo já sofreu dezenas de assassinatos e centenas de assaltos em poucos dias, complementando com a informação de que homens do Exército circulam pelas ruas da Grande Vitória. Deutsche Welle ainda alfinetou a Justiça brasileira, afirmando que “um tribunal declarou a greve (dos policiais) ilegal, e o chefe da polícia do Estado foi removido do cargo, mas teve pouco efeito”.

O site japonês The Japan Times alertou para as tropas brasileiras que patrulham o Espírito Santo. Eles afirmam que já chega a 70 a quantidade de mortes em meio à greve da Polícia Militar. The Japan Times destaca ainda que hospitais, lojas e escolas permanecem fechadas. “Um tribunal ordenou que os manifestantes pusessem fim ao seu bloqueio, mas as manifestações fora do quartel continuaram”, o periódico também citou. O site também lembra que “a Polícia Militar do Brasil, que patrulha as cidades do maior país da América Latina, é impedida por lei de entrar em greve”.

O jornal suíço Aargauer Zeitung também destacou os acontecimentos do Estado, com fotos de Vitória. A matéria está censurada, e só pode lê-la quem tem mais de nove anos de idade.

Fonte: Gazeta Online / pvarga@redegazeta.com.br

Quero anunciar!

Sobre Redação Seara News

Redação Seara News
SEARA NEWS é um portal de caráter evangélico interdenominacional, com conteúdo informativo, orientador e formador de consciência cristã, que abarca os matizes do contexto cristão ao redor do mundo, e serve como um aporte eficaz na comunicação.

Além disso, verifique

A Lama de Mariana

O cenário de Mariana, é o mesmo que ocorre em todo o Brasil… Por Ezequiel Silva ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze − 8 =

Licena Creative Commons

Seara News foi licenciado com uma Licença Creative Commons