Assembleia Legislativa do Espírito Santo desiste de homenagear Lula

0
29

Assembleia Legislativa do Espírito Santo desiste de homenagear Lula
Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva / Foto: Agência Brasil

Opinião pública deixa ex-presidente Lula sem homenagem no ES

Após muita polêmica, manifestações e protestos, a Mesa diretora da Assembleia Legislativa do Espírito Santo – ALES, cancelou a entrega do título de Cidadão Espírito-Santense e a Ordem do Mérito Domingos Martins no Grau de Grã-Cruz (a maior condecoração do Legislativo capixaba) ao ex-presidente Lula.

Durante a sessão de terça-feira (21), vários deputados usaram os microfones de aparte declarando que votariam contra a proposta, caso fossem consultados.

As homenagens, solicitadas pelo deputado José Carlos Nunes (PT), seriam entregues durante a visita do ex-presidente ao Estado, nos dias 4 e 5 de dezembro. No entanto, o presidente da ALES, Erick Musso (PMDB), determinou o arquivamento do projeto e anulou o ato de condecoração.

De acordo com o portal Século Diário, Lula recebeu o  respectivo título no dia 1º de novembro de 2009, outorgado a pedido do então deputado Claudio Vereza (PT), que usou sua própria página no Facebook, para relembrar a homenagem concedida ao ex-presidente:

“ATENÇÃO: o presidente Luiz Inácio Lula da Silva já é considerado Cidadão Espiritossantense pela Lei Estadual nº 9.179/2009, de iniciativa do então deputado estadual Claudio Vereza. A entrega deste reconhecimento pelos serviços prestados ao Estado foi feita pelo próprio deputado na Sala Vip do Aeroporto de Vitória, por ocasião da chegada do presidente Lula para o Encontro Brasil-Alemanha, realizado em Vitória, em 2009. Na ocasião, estavam presentes o governador Paulo Hartung, o vice Ricardo Ferraço, o senador Renato Casagrande, o prefeito João Carlos Coser, a deputada federal Iriny Lopes e o então secretário Tarciso Vargas”, afirmou Claudio Vereza em seu post.

Se por um lado, a impressão que se tem é que o ato não considerou a conjuntura política, por outro, o fato de Lula já ter sido homenageado com o título em 2009, só fez aumentar a polêmica.

Nesta quarta-feira (22), a polêmica em torno do assunto ficou ainda maior, pois, pela primeira vez na história da comenda houve um pedido de revogação. Foi  lido no Expediente da sessão o Projeto de Lei nº 442/2017, do deputado Sergio Majeski (PSDB) que revoga as leis nº 8.697/2007, 8.682/2007 e 9.179/2009, que concedem, respectivamente, aos senhores Aécio Neves da Cunha, Michel Miguel Elias Temer Lulia e Luiz Inácio Lula da Silva, o título de Cidadão Espírito-Santense.

Com informações de Século Diário

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome

três × quatro =