As crianças, o pregador e a igreja

0
549

“Igreja não é um parquinho, para você levar um monte de brinquedos pra seus filhos fazerem bagunça atrapalhando o culto. Ajuda Jesus”.

As crianças, o pregador e a igrejaO texto acima é atribuído a um famoso pregador dos gideões missionários da última hora. Penso que realmente o templo não é teatro, cinema ou parque de diversão, que se deve ter reverencia e evitar movimentação desnecessária quando houver culto.

Mas, também acho que seguindo o mesmo raciocínio, o templo não é lugar de falar ao telefone durante o culto, ou de acessar internet e até ficar de conversinhas em cima do púlpito.

No tocante as crianças, há de se observar se o templo dispõe de departamento específico para atender os infantis, porque, se não, o pastor terá que abrir mão da presença da mãe nos trabalhos, pois, nem todo mundo dispõe de babá para cuidar dos seus filhos.

Na igreja que presido, já houve caso de uma criança de apenas cinco anos de idade chegar à igreja na companhia dos pais, vestida de camisa de mangas compridas e gravata e ficar o tempo todo quietinha sentada no banco. Isso me chamou a atenção, pois, para a idade dela não era normal, pesquisei o caso e descobri que ela era espancada pelo pai para ter aquele procedimento.

Eu tenho que entender que uma criança não tem a mentalidade de um adulto, e que a maioria das pregações na igreja não chama a atenção delas, isso porque não tem a linguagem e a didática que a idade delas pede.

Resumindo, eu prefiro crianças brincando na igreja, que em casa assistindo a TV.

Engraçado é que meu filho mais novo era levado por nós à igreja e ele ficava o tempo todo brincando, mas, quando chegava em casa, muitas vezes conversando com a minha esposa sobre algo que alguém falou ou cantou, ele se virava para nós e nos corrigia dizendo como tinha sido o fato. Aquilo muito me surpreendia, porque apesar de brincar, ele também prestava atenção no que ocorria na igreja.

Aconselho, que antes de alguém chamar a atenção dos pais, fazendo vergonha e constrangendo a família, providenciar um espaço adequado para receber as crianças no templo.

Concluo com o que disse o nosso Cristo a respeito,

“Mas Jesus, chamando-os para si, disse: Deixai vir a mim os meninos, e não os impeçais, porque dos tais é o reino de Deus” (Lucas 18.16).

Robson Aguiar, pr.

_______________________________________
Obs.: É permitido a cópia para republicações, desde que cite o autor e as respectivas fontes principais e intermediárias, inclusive o Seara News informando o link www.searanews.com.br. Mais informações em nossa página: “Jurídico”.

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome