A potestade da corrupção está sendo abatida no Brasil, 3 anos depois da profecia!

1
14

A potestade da corrupção está sendo abatida no Brasil, 3 anos depois da profecia!
Cindy Jacobs profetizou sobre a corrupção no Brasil

Em 2013, Cindy Jacobs proferiu em nome do Senhor o destronamento do principado da corrupção no Brasil

Por Silvio Costa

Mas vocês perguntem a si mesmos: “Como saberemos se uma mensagem não vem do Senhor?” Se o que o profeta proclamar em nome do Senhor não acontecer nem se cumprir, essa mensagem não vem do Senhor… (Dt 18:21-22b).

Nosso país poderá estabelecer uma nova referência histórica – o impeachment da presidente Dilma Rousseff. Muito embora o possível impedimento do governo Dilma seja evento distinto dos desdobramentos da operação lava-jato, em minha exposição ambos estão no mesmo “plano profético”. Não se assuste – já vou explicar o sentido de predição e o que isso tem a ver com a nossa realidade política. Antes, porém, considero oportuno rememorar um artigo que escrevi há quase dois anos atrás (O PT bonzinho, suas mazelas de governo e os discursos que não colaram), onde lá, apresentei reflexão sobre as desventuras da ideologia marxista “social-comunista” seguidas pelo PT em seu fisiologismo puramente partidário e em suas políticas populistas e eleitoreiras e no que tudo aquilo poderia dar; e acertei – mas não fui profético. Mas foi aí que recordei da profecia de Cindy Jacobs dirigida ao Brasil e quero compartilhar fatos a respeito.

Certamente o Senhor Soberano não faz coisa alguma sem revelar o seu plano aos seus servos, os profetas (Am 3:7)

Foi no 14º Congresso de Louvor e Adoração Diante do Trono no fim de março de 2013; em que Cindy Jacobs proferiu em nome do Senhor o destronamento do principado da corrupção no Brasil (naquela época, as manobras petistas enganavam a nação apresentando números de uma economia promissora e projetavam perspectivas otimistas para a continuidade da estabilidade política e comercial, visando é claro a reeleição de Dilma em 2014). Também na ocasião, muitos evangélicos viram na profecia motivos para fazerem piada e promoverem escárnios – e com isso, abertamente rejeitaram a profecia verbalizada por Cindy Jacobs e traduzida por Ana Paula Valadão no evento promovido pela Igreja Batista da Lagoinha em Belo Horizonte. Depois da “suposta profecia” tornar-se numa zombaria virtual ampla por meio de artigos e posts provocativos em muitos domínios cristãos e redes sociais, cabe inquirir: E agora depois dos escândalos do petrolão; das maracutaias reveladas pela lava-jato cujo efeito trancafiou literalmente empresários, políticos e agentes do esquema corruptor instalado na principal estatal do país? E depois que o escândalo atingiu o Palácio do Planalto e que o “mito” Lula foi conduzido a depor e que a nomeação da própria “jararaca” a ministro chefe da Casa Civil foi suspensa? Cindy Jacobs falava na euforia do fim daquele evento da IBL ou estava sendo inspirada pelo Espírito de Deus?

Embora o Senhor tenha enviado a vocês os seus servos, os profetas, dia após dia, vocês não os ouviram nem lhes deram atenção (Jr 25:4)

Uma de nossas principais falhas quanto as profecia bíblicas ou para com aquelas transmitidas pelo dom de profecia, por certo seja o nosso imediatismo. Somos uma geração ávida por respostas e soluções rápidas – não sabemos esperar; nosso comportamento cronológico é impaciente e ultra-regressivo. No campo profético o quesito “tempo” como sinônimo de espera para as conclusões preditas é elementar e denota sob ótica bíblica o fator “kairós”. O citado fator implica entender que há um desígnio maior do Todo Poderoso sobre o nosso tempo; perpassando-o e dirigindo-o a cumprir sua Soberana Vontade Revelada sobre a história da humanidade (aquelas profecias da bíblia que ainda aguardam cumprimento). Tal controle de Deus para agir em Seu tempo oportuno sobre questões políticas e afins; às vezes desafiam a fé, pois as circunstâncias desconstroem a crença num Deus que se importa. Os meios de Deus agir para cumprir seus desígnios nos são misteriosos, às vezes lentos e nada conformados com nossas expectativas e opiniões – eis o desafio de confiar em Deus apesar dos resultados visíveis. O profeta Habacuque teve que lidar com dilema político semelhante.

“… a profecia, porém, é para os que crêem, e não para os descrentes” (1 Co 14:22b).

Deus está intervindo no Brasil por meio da operação lava-jato! Por mais absurda que tal colocação pareça – a profecia de Cindy Jacobs acerca do abalo da potestade da corrupção em nosso país está se cumprindo! O impensável alcançou o mais alto escalão da política brasileira; os magnatas das empreiteiras multinacionais foram atingidos pela inesperada e eficiente ação de uma polícia que foi a fundo em investigações e nas apurações de operações financeiras complexas geridas pela aliança corrupta de figurões do setor privado e público. Os meandros, conchavos, esquemas, nomeações, propinas e subornos do maior esquema de corrupção já organizado nesse país foram desnudados pelas fases da lava-jato. Os milionários ligados ao esquema foram presos, políticos influentes foram cassados por fazerem parte do sistema do petrolão; o inimaginável aconteceu – as delações ampliaram o alcance e os efeitos do combate ao “cinturão das perversidades” alojado na política nacional e nas cadeiras de decisão de importantes estatais. A profecia de Cindy Jacobs está se cumprindo, meu irmão!

“… mas quem profetiza edifica a igreja” (1 Co 14:4b).

Não obstante, o enunciado profético ministrado no evento da IBL tem mais ingredientes portentosos. A transformação subtendida na profecia é uma mistura de oração e educação; um processo que se dará da escola aos gabinetes políticos; o levantamento de uma geração que figurará num cenário de pregação; tendo conteúdo expositivo similar ao de João Batista – combatendo a corrupção e a miséria, além de preparar o caminho do Senhor (uma referência indireta ao retorno de Jesus). É provável termos notícias mais abundantes em pouco tempo de testemunhos em ambientes acadêmicos que alcançarão e libertarão vidas aprisionadas por filosofias atéias, emaranhados de sociologia permissiva e do relativismo das crenças e valores. É possível recebermos notícias de mudanças radicais de alguns políticos pelos próximos anos. E para o Brasil se tornar num modelo de prática da oração para outras nações; a amplitude profética de Cindy Jacobs (usada pelo Senhor) terá que alcançar a muitos corações duvidosos e endurecidos pela descrença num Deus pessoal que se interessa por nós. Não posso me esquecer de que também foi anunciado o declínio econômico do país e se cumpriu também; pessoalmente nunca vi uma escassez de recursos e oportunidades como a que atravessamos.

Há esperança política, social e espiritual para o povo brasileiro, ainda que cercados pelos efeitos de nossas maiores crises – Deus não nos abandonou e age a favor daqueles que por Ele esperam!

Se desejar, assista ao vídeo em que Cindy Jacobs faz a declaração profética.

Silvio Costa, via Gospel Mais

1 COMENTÁRIO

  1. Que mentira os dois partidos mais corruptos estão agora assumindo o poder, o gente burra! A corrupção é só do PT? Os 3 partidos mais corruptos são PSDB, PMDB e Democratas, portanto essa profecia é fajuta, mentirosa!Nós vivemos no inferno e não no paraíso, paraíso é lado no céu com Deus. Esses são os mal profetas de Esaías falava!

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome

dezesseis + 11 =