A igreja livre precisa ajudar a igreja perseguida, diz líder religioso

0
12

A igreja livre precisa ajudar a igreja perseguida, diz líder religioso

“Por favor, cristãos, acordem!”

Com a atenção do mundo voltada para o Iraque, em especial para a região de Mossul, a terceira maior cidade do país, muitas pessoas se esqueceram de que a guerra também continua em Bagdá. No ano passado, 76 pessoas foram mortas em um dos ataques à bomba mais mortais dos últimos dez anos. Além disso, vários cristãos foram sequestrados nos últimos meses, e alguns foram mortos.

Muitos questionam sobre “como” uma igreja consegue sobreviver nesse contexto. Mas um líder religioso de Bagdá, disse que é necessário perguntar “o que” a igreja livre pode fazer para ajudar a igreja perseguida? “Cristãos do mundo todo estão assistindo aos últimos acontecimentos, e o que fazem sobre isso?”, questiona o líder.

“Apesar de tanta violência, tentamos viver nossas vidas normalmente. Nós trabalhamos, buscamos nossos filhos na escola, vamos visitar nossas famílias e amigos. Todas as noites, temos atividades na igreja e a maioria dos membros participa do ministério. Além das tristes imagens de bombas caindo, nós também assistimos TV. Apesar das dificuldades, nós encontramos pessoas bondosas nas ruas”, comenta ele.

Segundo o líder, não é que tudo isso não esteja afetando a emoção dos seguidores de Cristo, mas a guerra é uma realidade em Bagdá, e eles precisam ser fortes. “Cada um tem a sua história triste para contar, de perda, perseguição e discriminação. O nosso povo precisa de cura interior, então nós treinamos os jovens e animamos a todos. É claro que isso não é o suficiente, mas nós fazemos o que está ao alcance das nossas mãos e confiamos as demais coisas a Deus”. E o líder finaliza fazendo um pedido: “Eu gostaria de dizer a todos vocês, cristãos, do mundo todo, ‘por favor, acordem’. Nós, no Iraque, estamos precisando de ajuda e de orações. Lembrem-se de nós”.

Fonte: Portas Abertas

ESCREVA UM COMENTÁRIO

Escreva seu comentário!
Por favor, digite seu nome

cinco − 2 =